Antes protagonistas, Pedrinho e Dudu viram apenas torcedores na final do Paulista

Os dois jogadores deixaram Corinthians e Palmeiras na última janela de transferências

por Agência Estado

Campinas, SP, 08 (AFI) - A pandemia do novo coronavírus e o mercado de transferências levaram Palmeiras e Corinthians a chegarem à final do Campeonato Paulista sem as duas principais referências técnicas que os times tinham no início da temporada. Baixinhos, mas velozes e dribladores, o ex-alviverde Dudu e o ex-corintiano Pedrinho deixaram de ser protagonistas para virarem torcedores nesta decisão.

Dudu está em Doha, no Catar, para onde se mudou depois de acertar por empréstimo com o Al-Duhail, do Catar. Pedrinho agora é jogador do Benfica, de Portugal. Se a pandemia não tivesse interrompido o calendário em março, certamente os dois estariam em campo em uma hipotética final entre os rivais. Como o cenário mudou, as equipes têm sofrido para achar substitutos.

Os problemas de criação deixados pela partida dos dois ainda causam preocupação nos dois treinadores. O Palmeiras tem mostrado seguidas dificuldades para chegar ao gol adversário e criar lances de perigo. O técnico Vanderlei Luxemburgo testou diversos armadores para compensar a ausência de Dudu, mas parece ter gostado mesmo de ter colocado três volantes para fazer o papel na criação.

"Isso vai surgir naturalmente (o substituto de Dudu). Alguém vai chamar a responsabilidade para o jogo, porque será preciso dar a cara para fora. Às vezes quem era mais acanhado vai querer aparecer mais. Vou ajeitar a equipe para isso", comentou o técnico. Pesou também para a saída de Dudu a acusação de que cometeu violência doméstica contra a ex-mulher, Mallu Ohanna.

Pedrinho já estava com a venda encaminhada ao Benfica e só sairia no meio do ano. Pena que data chegou com o futebol paralisado e sem tempo para ter uma despedida festiva. "Era meu sonho jogar com a camisa 10 do Corinthians e ser campeão. Fico morrendo de vontade de estar em campo e poder ajudar meus companheiros, mas, por causa de várias coisas que aconteceram, não vai ser possível. Sempre farei parte desse elenco. Ficarei mega feliz, o Corinthians é a minha casa", afirmou o jogador ao Estadão.