Guarani 1 x 3 São Paulo - Reservas do Tricolor eliminam o Guarani das quartas

O Guarani perdeu a chance de ir às quartas de final, terminando com 16 pontos no Grupo D, um ponto atrás do Corinthians

por Agência Futebol Interior

Santos, SP, 26 (AFI) - Mesmo com um time reserva, o São Paulo encerrou a fase de classificação do Campeonato Paulista vencendo o Guarani, por 3 a 1, neste domingo à tarde, na Vila Belmiro.

Com isso, confirmou a liderança do Grupo C, com 21 pontos, e nas quartas de final vai enfrentar o Mirassol, vice-líder com 17. O Guarani perdeu a chance de ir às quartas de final, terminando com 16 pontos no Grupo D, um ponto atrás do Corinthians, classificado com 17. Pesou muito a derrota para o Botafogo, por 2 a 0, no meio de semana.

VEJA MELHORES MOMENTOS E OS GOLS!

SOB DESCONFIANÇA

Diniz deu moral para os reservas do São Paulo
Diniz deu moral para os reservas do São Paulo

Antes do jogo o anúncio da escalação do São Paulo levantou desconfiança, quando o técnico Fernando Diniz optou por um time reserva.

Mantido apenas o goleiro Tiago Volpi e a volta de Hernanes como mais experiente para comandar seus companheiros.

Em tese, poderia ser um fator benéfico ao Guarani, que precisava da vitória para se classificar e eliminar o rival Corinthians.

CHANCES E GOL
Mas tudo não passou de imaginação. Bastaram alguns minutos para sentir que os jogadores são-paulinos estavam com enorme disposição. Aos sete minutos, numa cabeçada, quase que Hernanes abre o placar. A bola passou perto da trave esquerda de Jefferson Paulino.

O gol saiu aos 11 minutos, quando Everton cabeceou por cima após rebote do goleiro bugrino em chute cruzado de Hernanes. O contra-ataque foi iniciado no meio-campo com a roubada de bola de Brenner e passe direto de Helinho para Hernanes. O São Paulo ganhou mais tranquilidade, tocando bem a bola e explorando os lados do campo para evoluir ao ataque.

São Paulo usou reservas e venceu na Vila Belmiro
São Paulo usou reservas e venceu na Vila Belmiro

MARCAÇÃO NA FRENTE
Sem outra opção, o Guarani adiantou a marcação e passou a criar dificuldades para a saída de bola do São Paulo, que ganhou espaço para os contra-ataques. Aos 30 minutos, o goleiro Tiago Volpi fez grande defesa ao espalmar uma cabeçada de Rafael Costa.

A pressão foi crescendo aos poucos e Volpi voltou a evitar o empate duas vezes aos 41 minutos. No primeiro lance, no centro do gol, espalmou um chute forte de Lucas Crispim e , na sequência, noutra cabeçada de Rafael Costa pelo alto. O goleiro deu um tapinha para tirar a bola no sentido do gol.

NADA CONTRA OS RESERVAS


EMPATE NO FINAL
Mas aos 44 minutos, enfim, o Guarani empatou. Lucas Crispim chutou cruzado e Volpi rebateu para frente. Rafael Costa ajeitou e escolheu o canto, deixando tudo igual aos 44 minutos. Os dois times foram para o intervalo com placar justo.

No reinício do segundo tempo, o São Paulo forçou o seu ataque. Hernanes bateu forte e Jefferson Paulino rebateu para o lado direito. Everton pegou o rebote e levantou na área, onde Bidu tentou afastar de cabeça. Mas a bola caiu nos pés de Helinho que ajeitou e chutou no canto esquerdo do goleiro para deixar o São Paulo na frente aos dois minutos.

O Guarani se viu obrigado a recomeçar sua busca pelo empate. Aos nove minutos, quase chegou lá quando Rafael Costa deu um passe curto para Eduardo Person dentro da área. Na tentativa de dar por cima, o goleiro Volpi, de novo, foi bem e fez a defesa.

Guarani criou muitas chances de gols
Guarani criou muitas chances de gols

GOL MAL ANULADO
Aos 20 minutos o quase chegou a balançar as redes, num lance duvidoso. Após cruzamento da direita, há desvio e um belo chute de virada de Rafael Costa. Ele estaria impedido, segundo a arbitragem, mas o lance gerou dúvidas.

Dois minutos depois, o São Paulo ampliou. Paulinho Bóia, que tinha entrado no lugar de Brenner recebeu a bola no lado esquerdo e arriscou o chute por cobertura. Fez um golaço aos 22 minutos.

NO DESESPERO
A partir daí, o Guarani se desestruturou. O técnico Thiago Carpini ainda fez suas cinco substituições na tentativa de ganhar mais força. Mas acabou abrindo espaços para os contra-ataques do São Paulo,quem usando a velocidade criou mais duas ou três chances para ampliar o placar.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
12ª rodada
Data
26/07/2020
Horário
16h00
Local
Vila Belmiro - Santos (SP)
Árbitro
Salim Fende Chavez

Assistentes
Marcelo Carvalho Van Gasse e Alberto Poletto Masseira

Cartões Amarelos
Guarani: Deivid, Pablo
São Paulo: Diego

Gols
Guarani: Rafael Costa 44' 1T
São Paulo: Everton 11' 1T, Helinho 2' 2T, Paulinho Bóia 22' 2T
Guarani
Jefferson Paulino;
Pablo, Romércio, Bruno Silva e Bidu;
Deivid (Marcelo), Eduardo Person (Igor Henrique), Lucas Crispim (Bruno Sávio) e Arthur Rezende (Waguininho);
Rafael Costa (Elias Carioca) e Júnior Todinho.
Técnico: Thiago Carpini
São Paulo
Tiago Volpi;
Igor Vinícius, Diego, Anderson Martins e Léo;
Luan, Liziero (Rodrigo Nestor) e Hernanes (Gabriel Sara);
Helinho (Danilo Gomes), Everton (Shaylon) e Brenner (Paulinho Boiá).
Técnico: Fernando Diniz