Santos 1 x 1 Santo André - Empate com sabor de vitória para o classificado Ramalhão

Ramalhão confirma classificação uma rodada antes do término da fase de classificação. O Peixe corre pequeno risco matemático

por Agência Futebol Interior

Santos, SP, 22 (AFI) - O empate entre Santos e Santo André, por 1 a 1, nesta noite na Vila Belmiro, pela 11.ª rodada do Campeonato Paulista foi justo.

E ficou melhor para o Santo André, que confirmou sua vaga nas quartas de final: com 20 pontos no Grupo B, não pode mais ser alcançado pelo Novorizontino, com 16, e que perdeu para a Ponte Preta por 2 a 0. O Ramalhão também garantiu uma vaga no Campeonato Brasileiro da Série D em 2021.

FICOU PERTO
Com 16 pontos, o time praiano manteve a liderança do Grupo A, na frente de seus concorrentes. Está bem próximo de sua vaga, uma vez que ainda pode ser alcançado por Oeste e Água Santa, ambos com 10 pontos, que ainda vão disputar dois jogos.

Na última rodada, domingo (26) à tarde, o Santos vai enfrentar o Novorizontino, na Arena Corinthians, enquanto o Santo André vai receber o Ituano no Canindé, ambos em São Paulo. Os dois jogos vão começar às 16 horas.

MELHORES MOMENTOS E OS GOLS

BOM COMEÇO
Mesmo sem torcida, o Santos fez o papel de mandante desde o início, tomando as iniciativas ofensivas. Mas nas duas vezes que chegou com perigo ao ataque, errou nas finalizações. O Santo André parecia só disposto a se defender, mas quando chegou na frente foi decisivo.

Após cobrança de escanteio de Ricardo Luz, os zagueiros fizeram tabela dentro da área. Wilian Goiano subiu sozinho de cabeça, testando para baixo, e a bola tocou na trave esquerda. Na volta, na pequena área, Rodrigo só empurrou para as redes aos 18 minutos.

A partir daí, o jogo ficou ao jeito para o visitante que passou a se defender para explorar os contra-ataques. De outro lado, faltou aos santistas mais movimentação para tentar chegar ao empate. Aos 38 minutos, Carlos Sánchez levou susto ao goleiro Ivan numa jogada por cobertura que passou no alto por toda a linha de gol.
Soteldo foi o melhor entre os santistas. Foto: Santos FC
Soteldo foi o melhor entre os santistas. Foto: Santos FC

EXPULSÃO E GOL

Aos 42 minutos, o Santos ficou com dez jogadores com a expulsão de Carlos Sánchez. Ele chegou atrasado numa dividida e cometeu falta feia em cima de Ricardo Luz. Como já tinha recebido antes o cartão amarelo, levou outro cartão e acabou expulso.

Por sorte, o time da casa empatou aos 48 minutos. Após roubada de bola de Luan Peres na saída de bola do visitante, Soteldo recebeu em profundidade, driblou dois adversários com um corte seco e chutou no contrapé do goleiro Ivan.

PRA LIQUIDAR ?
No segundo tempo, a expectativa é de que o Santos mantivesse a posse de bola, porém, com maior objetividade. Ao mesmo tempo, que o Santo André buscasse uma forma de tirar proveito da vantagem numérica em campo. Nem um, nem outro. O jogo recomeçou truncado, sem finalizações.

Santo André festejou quartas de final e vaga na Série D em 2021
Santo André festejou quartas de final e vaga na Série D em 2021

O técnico Jesualdo Ferreira ainda tentou renovar a força santista provendo várias torças, inclusive com as entradas e Marinho e Raniel no ataque. Mas o time voltou a não mostrar velocidade para superar o bloqueio defensivo adversário.

Com o passar do tempo, o cansaço foi tomando conta dos jogadores em campo. O Santo André aproveitou, valorizou a posse de bola e segurou o importante empate.

O Ramalhão também garantiu uma vaga no Campeonato Brasileiro da Série D em 2021.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
11ª rodada
Data
22/07/2020
Horário
19h15
Local
Vila Belmiro - Santos (SP)
Árbitro
Thiago Luis Scarascati

Assistentes
Herman Brumel Vani e Vitor Carmona Metestaine

Cartões Amarelos
Santos: Carlos Sanchez , Alison
Santo André: Marlon, Douglas Baggio

Cartões Vermelhos
Santos: Carlos Sanchez
Gols
Santos: Soteldo 48' 1T
Santo André: Rodrigo 18' 1T
Santos
Vladimir;
Pará (Madson), Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan;
Alison, Diego Pituca e Carlos Sánchez;
Soteldo, Arthur Gomes (Raniel) e Kaio Jorge (Marinho)
Técnico: Jesualdo Ferreira
Santo André
Ivan;
Ricardo Luz, Willian Goiano, Rodrigo e Marlon (Julinho);
Nando Carandina, Vitinho, Rondinelly (Vitinho Mesquita) e Branquinho (Garré);
Ramon (Raphael Lucas) e Douglas Baggio.
Técnico: Paulo Roberto Santos