Ídolos do São Paulo e técnico campeão pelo Corinthians se unem ao leilão beneficente

Campanha auxilia afetados pela pandemia da Covid-19; Carille, Antony e Mirassol também entram na corrente

por Federação Paulista (FPF)

São Paulo, SP, 25 (AFI) - O leilão beneficente da Federação Paulista de Futebol (FPF) ganhou reforços de peso. Lugano e Amoroso, campeões da Libertadores e do Mundial de Clubes de 2005 pelo São Paulo, aceitaram a convocação da entidade para participar do movimento que busca auxiliar profissionais do futebol paulista e moradores de comunidades do estado afetados pela pandemia da Covid-19. Acesse em leilaofpf.com.br.

Eterno ídolo tricolor e atual dirigente do clube, Diego Lugano oferece a experiência de assistir a um jogo do tricolor ao seu lado no estádio do Morumbi.

Futebol com Lugano. (Foto: Rubens Chiri / São Paulo)
Futebol com Lugano. (Foto: Rubens Chiri / São Paulo)
Já seu ex-companheiro de equipe, Amoroso retirou de seu acervo uma camisa da Udinese (Itália) da época em que atuou na equipe italiana. Mais recente revelação dos paulistas, o atacante Antony também aceitou o convite e cedeu um par de chuteiras da Puma, semelhante ao modelo em que usa nas partidas.

CARILLE TAMBÉM!
O treinador campeão brasileiro e tricampeão paulista com o Corinthians, Fábio Carille ajudará o projeto doando para o dono do maior lance a faixa do título estadual de 2017, unido a um quadro com uma foto referente ao título de 2019.

Faixa de campeão. (Foto: Daniel Augusto Jr. / Corinthians)
Faixa de campeão. (Foto: Daniel Augusto Jr. / Corinthians)
Por fim, o Mirassol clube do interior do estado, oferece um kit contendo um quadro com a camisa oficial, medalha e a bola do jogo da final do Troféu do Interior de 2018, disputada contra a Ponte Preta.

CORRENTE DO BEM!
A iniciativa é uma 'corrente do bem', em que os participantes convocam os outros a doarem uma relíquia de seu acervo pessoal, ou uma experiência única, que irá a leilão por meio do site leilaofpf.com.br. Cem por cento do dinheiro arrecadado será revertido.

A divisão ficará em: 50% do valor para atletas e árbitros, homens e mulheres do futebol paulista que recebiam até dois salários mínimos por mês quando as atividades foram paralisadas, e os outros 50% para instituições que atuam nas comunidades de Paraisópolis e Heliópolis - Instituto Bacarelli, Gerando Falcões e Movimento Maré do Bem. O leilão está sendo monitorado pela Ernst & Young.