Relembre quando os times do Paulistão foram rebaixados pela última vez

Apenas Novorizontino, Santos e São Paulo jamais caíram de divisão em competições nacionais ou estaduais

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 30 (AFI) - Não tem momento mais doloroso para um torcedor do que ser rebaixado. Por outro lado, para o rival, não tem situação melhorar para tirar sarro com o adversário. Essa cena, aliás, já pôde ser vista por praticamente todos os times que disputam o Campeonato Paulista.

Apenas Novorizontino, Santos e São Paulo jamais caíram de divisão em competições nacionais ou estaduais. O Tricolor do Morumbi, porém, até hoje convive com gozações de oponentes de que teria descido um patamar no Paulistão de 1990 - o regulamento daquela temporada, porém, não previa descensos. O Tigre do Vale, por outro lado, disputa competições oficiais desde 2012, mas ainda não teve qualquer dissabor.

Pensando em todos esses detalhes, o Portal Futebol Interior fez um especial para relembrar quando foi o último rebaixamento de cada clube da Série A1.


Corinthians foi rebaixado no Brasileirão de 2007
Corinthians foi rebaixado no Brasileirão de 2007

ÁGUA SANTA - Dono de uma das arrancadas mais meteóricas de todos os tempos, o Netuno saiu da Segundona Paulista de 2013 e, emendando acessos consecutivos, chegou ao Paulistão de 2016. A estreia, porém, não foi das melhores, já que caiu para a Série A2.

BOTAFOGO - Presença constante no Paulistão e com diversas participações nas quatro divisões do Campeonato Brasileiro, o Pantera viveu seu momento mais complicado dentro de campo em 2005, quando caiu ineditamente para a Série A3 do Campeonato Paulista.

CORINTHIANS - O Timão sofreu em 2007. Com jogadores que caíram em desgraça junto à Fiel, como os zagueiros Zelão e Fábio Ferreira e o atacante Clodoaldo, os alvinegros foram rebaixados no Brasileirão daquela temporada após empate com o Grêmio.

FERROVIÁRIA - Camisa de tradição no futebol interiorano, a Locomotiva Grená teve uma década de 2000 para lá de esquecível - tanto que caiu duas vezes para o antigo Paulista Série B1 (atual Segundona). O último descenso ocorreu no Paulista A2 de 2009.

GUARANI - Falar em Guarani no Século XXI é falar em rebaixamento. Foram diversos no Estadual, no Brasileiro e até no extinto Torneio Rio-São Paulo. A última queda bugrina, porém, aconteceu no Paulistão de 2013, um ano após ter chegado à decisão estadual.

INTER DE LIMEIRA - Dono de um currículo invejável, com título de Paulistão e Série B do Campeonato Brasileiro, o Leão da Paulista chegou ao fundo do poço - também conhecido como Segundona Paulista - com o rebaixamento no Paulista A3 de 2009.

ITUANO - Os últimos momentos ruins do torcedor rubro-negro aconteceram no Campeonato Brasileiro. Em 2007, foi rebaixado na Série B com a 20ª colocação. Já em 2008, não fez boa campanha em uma Série C que foi a última divisão nacional pela última vez na história. Em 2009, foi criada a Série D - que contou com a participação do Galo de Itu.

Flamengo 'rebaixou' o Palmeiras no Brasileirão de 2012
Flamengo 'rebaixou' o Palmeiras no Brasileirão de 2012

MIRASSOL - O Paulistão de 2013 foi um 'mix de sabores' para os mirassolenses. Afinal de contas, o Leão aplicou uma goleada história no Palmeiras - no Maião, em Mirassol, triunfo por 6 a 2. Pr outro lado, amargou o rebaixamento para a Série A2.

OESTE - Integrante da Série B do Brasileiro desde 2013, o Rubrão viveu um momento de 'ioiô' no Campeonato Paulista. Isso porque caiu no Paulistão de 2014, subiu na Série A2 de 2015, caiu novamente na Série A1 de 2016 e voltou do Paulista A2 em 2018.

PALMEIRAS - Os anos terminados em '2' no Século XXI não têm trazido boas recordações aos palestrinos, uma vez que o Verdão foi rebaixado no Brasileirão de 2002 e também no de 2012. Será que o de 2022 reservará novas sensações ruins?

PONTE PRETA - A Macaca vem fazendo um Paulistão ruim, perto de cair para a Série A2. A última vez que os alvinegros passaram por um momento complicado assim nem faz tanto tempo: a Nega Veia foi rebaixada no Brasileirão de 2017.

RED BULL BRAGANTINO - Agora abarrotado de grana por conta da empresa de energéticos Red Bull, o Massa Bruta passava por dificuldades até pouco tempo atrás. Prova disso: foi rebaixado na Série B do Brasileiro de 2016.

SANTO ANDRÉ - Dono da melhor campanha do Paulistão até a paralisação por conta da pandemia de covid-19, o Ramalhão passava apurou em um passado nem tão distante: foi rebaixado à Série A2, em 2018.