Santo André 2 x 1 São Paulo - Ramalhão vence e volta à liderança do Grupo B

Com a derrota, os visitantes, por outro lado, caíram para a terceira colocação do Grupo C, com oito pontos

por Agência Futebol Interior

Santo André, SP, 09 (AFI) - O Santo André está de volta à liderança do Grupo B. Neste domingo (9), um dia depois de o Palmeiras ter vencido a Ponte Preta, os comandados do técnico Paulo Roberto Santos receberam o São Paulo, no Bruno José Daniel, em Santo André, e venceram por 2 a 1. A partida foi válida pela quinta rodada da primeira fase do Paulistão Sicredi.

Com o resultado, os donos da casa foram para 12 pontos, dois à frente da equipe palestrina, e seguem com a melhor campanha geral do Estadual até o momento. Os visitantes, por outro lado, caíram para a terceira colocação do Grupo C, com oito pontos, um abaixo de Inter de Limeira e Mirassol.

CONFIRA OS MELHORES MOMENTOS

Espaço incorporado por HTML (embed)

PRIMEIRO TEMPO
A partida nem bem tinha começado quando o Santo André abriu o placar. Aos quatro minutos da etapa inicial, Fernandinho aproveitou rebote da defesa e acertou um belo chute, de fora da área, fora do alcance do goleiro Tiago Volpi. O lance, no entanto, gerou muita reclamação.

Na origem da jogada, o atacante Ronaldo estava impedido e disputou o lance. Mas a arbitragem confirmou o 1 a 0. Vale lembrar que o trio (árbitro e auxiliares) que atuou no empate entre São Paulo e Novorizontino, na última segunda-feira, foi afastado pela Federação Paulista de Futebol (FPF) após a grande quantidade de erros contra o time tricolor.

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net
Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

O São Paulo respondeu pouco depois. Aos 12, Vitor Bueno acionou Hernanes dentro da área, mas o volante carimbou a trave. A partir daí, os visitantes aproveitaram para tomar as rédeas do confronto e ditar o ritmo.

Assim, tiveram outra oportunidade com Hernanes, recebendo cruzamento de Vitor Bueno. Dessa vez, ele mandou para fora. Apesar disso, os mandantes é que balançaram as redes. Aos 32, Dudu Vieira recebeu cruzamento de Marlon e apenas cutucou para ampliar.

SEGUNDO TEMPO
As equipes retornaram dos vestiários para a etapa final com propostas bem definidas. Os mandantes tentavam se proteger como dava, enquanto os visitantes atacavam e pressionavam. O São Paulo, em meio a esse cenário, ficou bem próximo perto de descontar aos nove minutos.

Após boa troca de passes, porém, Vitor Bueno mandou por cima do travessão, mesmo dentro da pequena área. Aos 15, os paulistanos conseguiram diminuir o prejuízo. Daniel Alves bateu a falta e viu a bola desviar na barreira, tirando qualquer possibilidade de defesa do goleiro Fernando Henrique.

Mais à frente, aos 27, boa jogada entre os canhotos Everton e Reinaldo pelo lado esquerdo do ataque são-paulino. O meia-atacante finalizou cruzado e parou em excelente intervenção do arqueiro andreense. Aos 31, Alexandre Pato cruzou para Pablo, o centroavante virou com estilo, mas acertou a zaga, que colocou para escanteio.

SEQUÊNCIA NO PAULISTÃO
As equipes voltam a campo pelo Campeonato Paulista apenas no final de semana. Na sexta-feira (14), às 19h15, o Santo André vai ao estádio Limeirão, em Limeira, encarar a Inter de Limeira.

No dia seguinte, às 19h do sábado (15), o São Paulo recebe o Corinthians. O Majestoso será disputado no Morumbi, em São Paulo.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
5ª rodada
Data
09/02/2020
Horário
18h00
Local
Bruno José Daniel - Santo André (SP)
Árbitro
Vinicius Gonçalves Dias Araujo

Renda
6.404 pagantes
Assistentes
Neuza Ines Back e Leandro Matos Feitosa

Público
R$ 353.980,00
Cartões Amarelos
Santo André: Vitinho

Gols
Santo André: Fernandinho 4' 1T, Dudu Vieira 32' 1T
São Paulo: Daniel Alves 15' 2T
Santo André
Fernando Henrique;
Ricardo Luz, Luizão, Rodrigo e Marlon;
Paulinho (Nando Carandina), Dudu Vieira e Vitinho;
Fernandinho (Julinho), Guilherme Garré (Buiú) e Ronaldo.
Técnico: Paulo Roberto Santos.
São Paulo
Tiago Volpi;
Juanfran (Igor Vinícius), Anderson Martins (Everton), Arboleda e Reinaldo;
Tchê Tchê, Daniel Alves e Hernanes (Brenner);
Vítor Bueno, Pablo e Alexandre Pato.
Técnico: Fernando Diniz.