Ponte Preta 0 x 1 Palmeiras - Com gol de Willian, Verdão supera Macaca em Campinas

Esta foi a terceira vitória do Palmeiras, que agora tem dez pontos na liderança provisória do Grupo B

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 08 (AFI) - Apesar da pressão da Ponte Preta no segundo tempo, o Palmeiras conseguiu sair vitorioso, por 1 a 0, em sua visita ao Estádio Moisés Lucarelli, neste sábado. O gol do triunfo saiu dos pés de Willian, na partida válida pela quinta rodada do Campeonato Paulista. O jogo foi acompanhado por mais de 4.171 pessoas para uma renda de R$ 107.590,00.

CLASSIFICAÇÃO

Esta foi a terceira vitória do Palmeiras, que agora tem dez pontos na liderança provisória do Grupo B. Santo André, com nove pontos, e Novorizontino, com oito, ainda jogam nesta rodada.

Já a Ponte Preta segue na segunda colocação do Grupo A com seis pontos, mas deu a chance para que o Santos abra quatro ponto de vantagem na ponta.RECUPERAÇÃO

O Palmeiras entrou em campo com a missão de se reabilitar da derrota para o Red Bull Bragantino, por 2 a 1, na rodada passada.

O técnico Vanderlei Luxemburgo, por isso mesmo, deixou seu time mais adiantado para evitar a marcação da Ponte Preta na saída de bola.

Aos três minutos, o zagueiro Henrique Trevisan aliviou na pequena área do time campineiro, um cruzamento que poderia resultar em gol.

Mas o jogo só ganhou emoções mais tarde. A Ponte Preta queria surpreender nos contra-ataques, mas sofria para marcar o visitante.QUASE O PRIMEIRO

Aos 28 minutos, Lucas Lima quase abriu o placar para os palmeirenses, quando pegou de perna esquerda a ajeitada de Dudu. O goleiro Igor Vinhas aliviou com o pé.

A Ponte Preta respondeu aos 32 minutos, quando o meia João Paulo pegou um rebote na frente da área e chutou forte. A bola tirou tinta da trave, inclusive, tocando na rede pelo lado de fora.

PLACAR ABERTO

Nesta altura, porém, o Palmeiras era superior e fez seu gol aos 33 minutos. Após roubada de Patrick de Paula, a bola ficou com Luiz Adriano que enfiou a bola para Willian. Já dentro da área ele bateu cruzado para fazer 1 a 0.

A Ponte ainda teve uma chance de ouro, quando Roger cabeceou na pequena área, mas desviou muito e a bola saiu do lado da trave.

PONTE OFENSIVA NO SEGUNDO TEMPO

Atrás do placar, a Ponte Preta saiu mais para o ataque e chegou com perigo aos 11 minutos, com finalização forte de Bruno Reis. Minutos depois, João Paulo quase empatou de cabeça, mas Wewerton fez grande defesa. No rebote, Saraiva mandou no travessão.

Melhor no jogo, a Ponte seguiu no ataque, exercendo pressão. Aos 23, Dawhan pegou sobra na marca do pênalti, dominou com o peito, mas o chute saiu prensado com o marcador.

O Palmeiras só conseguiu responder aos 38, em rápido contra-ataque que a defesa cortou na hora certa.

A partir daí, o time alviverde tentou valorizar a posse de bola, mas a Ponte ainda criou outra ótima chance, com João Paulo saindo na cara do gol, mas parando no goleiro Wewerton. Antes do apito final, ainda deu tempo para João Paulo, da Ponte Preta, e Dudu, do Palmeiras, serem expulsos.

PRÓXIMOS JOGOS

O Palmeiras volta a campo pela sexta rodada no próximo domingo (16), às 16h, diante do Mirassol, no Allianz Parque. No dia seguinte (17), às 20h, a Ponte Preta visita o Ituano no estádio Dr. Novelli Júnior.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
5ª rodada
Data
08/02/2020
Horário
19h30
Local
Moisés Lucarelli - Campinas (SP)
Árbitro
Douglas Marques das Flores

Renda
R$ 107.590,00
Assistentes
Alex Ang Ribeiro e Luiz Alberto Andrini Nogueira

Público
3.682 pagantes (4.171 total)
Cartões Amarelos
Ponte Preta: João Paulo, Mateus Anderson, Apodi, Wellington
Palmeiras: Dudu, Felipe Melo

Cartões Vermelhos
Ponte Preta: João Paulo
Palmeiras: Dudu
Gols
Palmeiras: Willian 33' 1T
Ponte Preta
Ygor Vinhas;
Apodi, Wellington Carvalho, Henrique Trevisan e Guilherme Lazaroni;
Dawhan, Bruno Reis (Vinícius Zanocelo) e João Paulo;
Mateus Anderson (Felipe Saraiva), Bruno Rodrigues (Safira) e Roger.
Técnico: Gilson Kleina
Palmeiras
Weverton;
Marcos Rocha (Mike), Felipe Melo, Gustavo Gómez e Victor Luis;
Ramires (Patrick de Paula), Zé Rafael e Lucas Lima;
Dudu, Luiz Adriano (Bruno Henrique) e Dudu.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo