Ponte Preta 1 x 0 São Paulo - Com Jorginho de olho, Macaca tranquiliza a torcida

Hugo Cabral entrou no lugar de Thalles no segundo tempo e marcou o gol da vitória pontepretana

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 09 (AFI) - A Ponte Preta não decepcionou os 4.652 torcedores que foram ao Moisés Lucarelli na noite deste sábado e amenizou a situação desconfortável na qual se encontrava no Paulistão. Com gol marcado por Hugo Cabral, a equipe campineira venceu o São Paulo por 1 a 0, em jogo válido pela sexta rodada do estadual. A partida teve torcida única, conforme determinação do Ministério Público.

Essa foi apenas a segunda vitória da Ponte na temporada. O resultado deixa o time na terceira colocação do Grupo A, com oito pontos, três a menos que o vice-líder Red Bull. À beira da crise, o São Paulo, chega à terceira derrota na competição, mas segue provisoriamente na liderança do Grupo D, com nove pontos.

DE OLHO

Em um processo de troca de comando após a demissão de Mazola Júnior, a Ponte Preta foi comandada interinamente por José Carlos Sanches. Contratado para ser o novo técnico, Jorginho estava no camarote da diretoria, ao lado do ex-meia Felipe, novo gerente de futebol pontepretano. Identificado com as duas torcidas, o atacante Luís Fabiano foi outra presença ilustre no Moisés Lucarelli e assistiu ao jogo das tribunas.

POUCA COISA

No embalo da torcida, a Ponte Preta começou bem a partida e imprimiu um ritmo intenso. Assim, deu trabalho para os são-paulinos em alguns momentos, mas pecou bastante na hora do último passe ou das finalizações, irritando um pouco os torcedores, que iam das vaias aos aplausos em segundos.

Com o tempo, os jogadores do time da casa demonstraram sinais de cansaço e acabaram sofrendo nos minutos finais, quando o São Paulo passou a chegar com mais perigo no campo de ataque. De qualquer maneira, o time da capital mostrou falta de criatividade e se limitou à tentativas frustradas na base dos cruzamentos.

Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC
Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC

AGORA FOI
No segundo tempo, a produção continuou baixa dos dois lados, com a Ponte um pouco mais ligada. A entrada do Luís Ricardo no lugar de Arnaldo na lateral direita, aos 13 minutos, deu um pouco mais de dinâmica por esse lado do campo. Os erros continuaram, mas Luís criou lances de perigo com bons cruzamentos.

A principal substituição, no entanto, foi feita aos 28 minutos, quando Hugo Cabral entrou no lugar de Thalles. Aos 32, com apenas quatro minutos em campo, Hugo aproveitou desvio de Renan Fonseca após cobrança de escanteio e mandou para o gol vazio para decretar a vitória pontepretana.

PRÓXIMOS JOGOS
A Ponte Preta volta a campo já na terça-feira, quando visita a Aparecidense pela primeira fase da Copa do Brasil, às 19h15, no Anibal de Toledo. Pelo Paulistão, o próximo compromisso será no dia 16, em duelo contra o Novorizontino. O São Paulo foca agora na disputa da Sul-Americana, competição na qual enfrenta o Talleres, às 21h30 desta quarta-feira, no Morumbi, em duelo decisivo. Depois, tem um clássico contra o Corinthians no dia 17.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
6ª rodada
Data
09/02/2019
Horário
19h00
Local
Moisés Lucarelli - Campinas (SP)
Árbitro
Raphael Claus

Renda
R$ 94.130,00
Assistentes
Danilo Ricardo Simon e Luiz Alberto Nogueira

Público
4.652 total (4.144 pagantes)
Cartões Amarelos
Ponte Preta: Arnaldo
São Paulo: Hernanes, Reinaldo

Gols
Ponte Preta: Hugo Cabral 33' 2T
Ponte Preta
Ivan;
Arnaldo (Luís Ricardo), Reginaldo, Renan Fonseca e Diego Renan;
Nathan, Matheus Oliveira, Igor, Matheus Vargas (Tiago Real) e Gérson Magrão;
Thalles (Hugo Cabral).
Técnico: João Paulo Sanches (interino).
São Paulo
Tiago Volpi;
Araruna, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo;
Willian Farias, Hernanes (Igor Vinícius) e Nenê;
Antony, Éverton (Biro Biro) e Gonzalo Carneiro (Diego Souza).
Técnico: André Jardine.
 
 
" />