FPF define arbitragem das semis com "polêmica" para Ponte e Palmeiras

Raphael Claus tem pelo menos três polêmicas envolvendo Palmeiras e Corinthians, todas elas em favor dos alviverdes

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 18 (AFI) – Em sorteio realizado na sede da Federação Paulista de Futebol (FPF), no início da tarde desta terça-feira, ficou definido os árbitros do segundo jogo da semifinal do Campeonato Paulista. A decisão entre Palmeiras e Ponte Preta, às 19 horas deste sábado, ficará a cargo do polêmico Raphael Claus, enquanto o clássico de Corinthians e São Paulo no domingo, às 16 horas, está na responsabilidade de Flavio Rodrigues de Souza.

Raphael Claus tem pelo menos três polêmicas envolvendo Palmeiras e Corinthians, todas elas à favor dos alviverdes. Numa vitória do Timão por 1 a 0 no dérbi, o goleiro Cássio foi expulso de campo por, de acordo com a súmula, retardar o início de jogo. Em outro, desta vez com vitória do Porco também por 1 a 0, o homem do apito marcou falta de Felipe em Fernando Prass no último lance da partida e invalidou o gol de empate alvinegro.

Por fim, num empate por 3 a 3 na Arena Palmeiras, os torcedores do Corinthians saíram reclamando do segundo gol do rival, pois, de acordo com eles, Claus não marcou uma falta em cima de Vagner Love, que mais tarde terminou com gol de Dudu. A par dessas polêmicas, o árbitro tem aquele lance com Petros, em que foi empurrado pelo lateral num lance totalmente fora da bola. O jogador chegou a ser punido e afastado dos gramados.

Raphael Claus esteve em algumas polêmicas do dérbi entre Corinthians e Palmeiras
Raphael Claus esteve em algumas polêmicas do dérbi entre Corinthians e Palmeiras

Este ano, Raphael apitou a primeira derrota do Palmeiras na temporada, quando caiu para o Ituano por 1 a 0 no Novelli Júnior, em Itu, pela 8ª rodada do Paulistão. Além disso, arbitrou o empate por 3 a 3 da Ponte Preta com o Santos André no estádio Bruno José Daniel, pela 10ª rodada, em um jogo marcado por falhas inesquecíveis dos dois sistemas defensivos. Seu único lance polêmico no ano foi um pênalti para o Corinthians contra o São Bento, logo na primeira rodada, que terminou com um gol de Jô.

Já Flavio Rodrigues de Souza chega para esta semifinal com muito mais tranquilidade. Ele tem 37 anos, já apitou um clássico na temporada e praticamente não coleciona grande polemicas. Foi ele quem assumiu o apito na vitória do Palmeiras por 2 a 1 contra o Santos na 9ª rodada. Até aqui não havia arbitrado nenhum jogo do São Paulo, enquanto esteve em campo com o Corinthians em duas oportunidades, na vitória contra o Novorizontino pela 3ª rodada e o empate sem gols contra o Botafogo, já nas quartas de final.