Ponte Preta e Botafogo lucram cerca de R$ 1 milhão na reta final do Paulistão

Por conta das arrecadações ruins na Vila Belmiro e no Morumbi, XV de Piracicaba e Red Bull não tiveram grandes lucros

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 15 (AFI) – Apesar de terem sido eliminados no Campeonato Paulista, Ponte Preta e Botafogo tiveram um lucro de aproximadamente R$ 1 milhão com a chegada às quartas-de-final. O mesmo não se pode dizer de Red Bull e XV de Piracicaba que abocanharam pouco mais de R$ 300 mil cada.

Além da cota de R$ 2,75 milhões pela participação, a Ponte abocanhou mais R$ 1.031.068,27. Deste montante, R$ 631.068,27 é referente à renda de bilheterias da derrota para o Corinthians, por 1 a 0. Conforme o regulamento, os dois times teriam de dividir a renda líquida – renda bruta menos as despesas totais - em 50% para cada.

A arrecadação total do jogo na Arena Corinthians, que recebeu 32.438 pagantes, foi de R$ 2.283.546,00. As despesas do evento, contudo, foram de R$ 1.021.409,46, incluindo o aluguel do estádio de R$ 274.025,52, já que o mando é da Federação Paulista de Futebol. A renda líquida foi de R$ 1.262.136,54.

Ponte Preta acabou lucrando com renda na Arena Corinthians
Ponte Preta acabou lucrando com renda na Arena Corinthians
Além do dinheiro da divisão de arrecadação, a Macaca também recebeu outras duas premiações. Por ter garantido vaga às quartas, o time alvinegro abocanhou R$ 200 mil. Os campineiros também levaram outros R$ 200 mil pelo título de Campeão do Interior, dado ao clube do Interior de melhor campanha.

LUCRO TRICOLOR
O Botafogo também pôde comemorar uma verba extra com a boa campanha. Com as bilheterias na Arena Palmeiras, o Botinha levou R$ 711.701,09, referentes a 50% da renda líquida de R$ 1.423.402,18. Considerando também a premiação de R$ 200 mil pela classificação, o time levou um total de R$ 911.701,09.

A arrecadação total da vitória do Palmeiras, por 1 a 0, foi a maior entre todos os jogos das quartas. Os 35.437 pagantes proporcionaram uma renda bruta de R$ 2.498.585,00. As despesas totais, entretanto, chegaram a R$ 1.075.182,82, sendo R$ 299.830,20 com aluguel do estádio.

ABAIXO DO ESPERADO
Os baixos públicos no Morumbi e na Vila Belmiro proporcionaram lucros menores para Red Bull e XV de Piracicaba. O Touro Loko levou um total de R$ 318 .057,34, sendo R$ 118.057,34 da renda líquida mais R$ 200 mil de premiação. Já o Nhô Quim levou um total de R$ 319.152,49, sendo R$ 119.152,49 da renda líquida mais R$ 200 mil de premiação.

Red Bull acabou prejudicado com a baixa arrecadação no Morumbi contra o São Paulo
Red Bull acabou prejudicado com a baixa arrecadação no Morumbi contra o São Paulo
A Vila recebeu o menor das quartas na vitória do Santos contra o XV, por 3 a 0. Os 11.260 pagantes garantiram uma renda bruta R$ 456.095,00, com um total de despesas de R$ 215.790,02, incluindo aluguel de R$ 68.414,25. Já os 18.152 pagantes presentes na vitória do São Paulo sobre o Red Bull, por 3 a 0, proporcionaram uma arrecadação de R$ 525.090,00, com despesas totais de R$ 288.975,32 e aluguel R$ 78.763,50.

Confira quanto cada clube do Interior lucrou com a classificação:

Ponte Preta - R$ 1.031.068,27

Botafogo - R$ 911.701,09

XV de Piracicaba - R$ 319.152,49

Red Bull - R$ 318 .057,34