Corinthians 2 x 0 São Bernardo - Valeu para carimbar o passaporte!

Jorge Henrique e Guerrero fizeram os gols da vitória do Timão

por Agência Estado

São Paulo, SP, 07 (AFI) - Em ritmo de treino, o Corinthians chegou à oitava vitória no Campeonato Paulista neste domingo. No Pacaembu, o time do técnico Tite nem precisou forçar o ritmo para passar pelo São Bernardo por 2 a 0, com gols de Jorge Henrique e Guerrero, pela 17.ª rodada. Com o resultado, a equipe garantiu vaga nas quartas de final da competição com duas partidas de antecipação.

O Corinthians chegou à 15.ª rodada consecutiva sem derrota e subiu para 32 pontos, na quinta colocação da tabela. As atenções agora serão voltadas para a Libertadores, já que o próximo compromisso da equipe será diante do San José, nesta quarta-feira, em casa. Já o São Bernardo, 14.º no Paulista, com 17 pontos, volta a campo contra o Mogi Mirim, no domingo que vem.

Tite escalou o Corinthians cheio de desfalques para pegar o São Bernardo, sem Paulinho, Ralf e Alexandre Pato (que atuaram pela seleção brasileira no sábado), Alessandro e Emerson (suspensos), Paulo André e Danilo (poupados). Para piorar, ao longo da partida a equipe perdeu Fábio Santos e Guilherme Andrade com problemas físicos.

Ritmo lento!
O Corinthians até começou melhor e teve a primeira boa oportunidade, com Romarinho, que recebeu de Guerrero e bateu cruzado com muito perigo aos nove minutos. Mas logo o São Bernardo passou a ir para o ataque e equilibrou. A principal chance dos visitantes aconteceu aos 17 minutos. Bady cruzou da esquerda, Fábio Santos não acompanhou Ricardinho, que cabeceou na trave. Um minuto depois, o próprio Ricardinho aproveitou sobra na entrada da área para bater com muito perigo.

Sem muito espaço para infiltrar na defesa adversária, o Corinthians começou a arriscar alguns chutes de longe e a tentar jogadas aéreas. Aos 23 minutos, Giovanni pegou rebote na entrada da grande área e bateu forte. Luciano Castán colocou a cabeça na bola e evitou o gol certo corintiano. Pouco depois, Romarinho cobrou escanteio e Guilherme Andrade desviou rente à trave.

As tentativas de longe do Corinthians deram resultado aos 37 minutos. Jorge Henrique recebeu na intermediária, avançou e encheu o pé. Luciano Castán tentou tirar de cabeça novamente, mas dessa vez acabou sendo responsável pelo desvio que colocou a bola no canto esquerdo e matou o goleiro Wilson Júnior.

Pouco depois os donos da casa perderam grande chance de marcar o segundo. Aos 41 minutos, Romarinho invadiu a área e tentou cortar o volante Dudu, que passou-lhe uma rasteira. O árbitro marcou pênalti, Guerrero bateu, mas o goleiro Wilson Júnior defendeu. No rebote, Chicão bateu por cima.

Tigre melhor!
O São Bernardo voltou com tudo para o segundo tempo e quase empatou logo aos três minutos. Fernando Baiano recebeu na área, girou bonito e bateu na trave. O Corinthians respondeu aos oito, quando Gil desviou cobrança de falta de Jorge Henrique, mas jogou por cima.

Danilo entrou no lugar de Giovanni e o Corinthians passou a criar mais. Em um de seus primeiros lances, o meia deu lindo lançamento para Guerrero, que matou no peito e, mesmo com pouco ângulo, bateu cruzado. Wilson Júnior evitou o segundo. Dois minutos depois, foi a vez de Romarinho achar Guerrero, que, em lance muito parecido, exigiu grande defesa do goleiro novamente.

Com o passar do tempo, o Corinthians começou a se preocupar menos em marcar o segundo gol e mais em não sofrer o empate. A equipe se fechou na defesa e tentava impedir os ataques do São Bernardo, que, de fato, pouco assustava. Com isso, a partida perdeu em emoção e ficou muito truncada.

O jogo seguiu sem momentos de perigo até os 42 minutos, quando Guerrero fez o segundo e definiu o resultado. Danilo fez boa jogada e tocou para Romarinho. O atacante botou na frente e sairia de frente para Wilson Junior, mas Guerrero chegou antes e chutou para marcar.

Ficha Técnica

Fase
1.ª fase
Rodada
17ª rodada
Data
07/04/2013
Horário
16h00
Local
Estádio do Pacaembu, em - São Paulo (SP) (SP)
Árbitro
Marcelo Prieto Alfieri

Renda
R$ 592.806,66
Assistentes
Giulliano Neri Colisse e Fabio Rogerio Baesteiro

Público
19.631 pagantes
Corinthians
Julio Cesar;
Edenílson, Chicão, Gil e Fábio Santos (Willian Arão);
Guilherme Andrade (Felipe), Guilherme e Giovanni (Danilo);
Romarinho, Jorge Henrique e Guerrero.
Técnico: Tite
São Bernardo
Wilson Junior;
Wagner Diniz (Régis Souza), Fernando Lombardi, Luciano Castán e Gleidson;
Dudu, Daniel Pereira, Bady e Ricardinho;
Gil (Judson) e Fernando Baiano (Bruno Gonçalves).
Técnico: Wagner Lopes