Palmeiras 3 x 0 Ituano - Verdão usa a cabeça para dormir na liderança

Patrik, Barcos e Artur marcaram para o time alviverde em jogadas aéreas

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 11 (AFI) – O Palmeiras usou a cabeça para dormir na liderança do Campeonato Paulista. Na tarde deste sábado, o time comandando por Luiz Felipe Scolari foi muito superior ao Ituano e goleou por 3 a 0, no Estádio do Pacaembu, na abertura da sétima rodada. Os três gols foram marcados de cabeça - Patrik, Barcos e Artur -, sendo que dois deles saíram dos pés de Marcos Assunção.

Com mais essa vitória, o Verdão comprovou a boa fase e manteve a invencibilidade no Paulistão, chegando aos 17 pontos e assumindo a liderança isolada do campeonato. O time só pode ser alcançado por São Paulo e Corinthians, que se enfrentam neste domingo.

Já o Ituano estacionou nos quatro e vem na 16ª colocação, mas pode cair para a zona de rebaixamento dependendo dos resultados. São cinco derrotas seguidas no Paulistão. Na quarta-feira, Ruy Scarpino acabou deixando o comando do time e a diretoria espera anunciar o novo treinador nos próximos dias. Roberto Fernandes, Roberto Fonseca e Toninho Cecílio estão tendo seus nomes especulados nos bastidores.

Só deu Verdão!
Embalado com o bom início de temporada e aproveitando a fragilidade do Ituano, que era comandado pelo interino Doriva, o Palmeiras começou a partida de forma arrasadora e não demorou para abrir o placar. Aos seis, Barcos se livrou da marcação de dois jogadores e finalizou com força para boa defesa do goleiro adversário. No entanto, no minuto seguinte não teve jeito.

Maikon Leite escalou com velocidade e cruzou para dentro da área. Douglas rebateu mal e Patrik aproveitou o rebote, estufando as redes de cabeça. Muito superior em campo, o Verdão criou uma boa oportunidade aos 15. Marcos Assunção deu grande lançamento para Maikon Leite, que cruzou na cabeça de Barcos. No entanto, o atacante desviou meio sem jeito e mandou para fora.

Sete minutos depois o argentino não perdoou. Assunção cobrou falta venenosa para dentro da área, o goleiro Douglas falhou e Barcos teve o trabalho apenas de completar em cima da linha. O novo camisa 9 do Palmeiras seguia impossível. Aproveitando cruzamento, o atacante subiu mais que todo mundo e cabeceou pela linha de fundo. Aos 33, Maikon Leite invadiu a área e bateu para boa defesa de Douglas.

Totalmente recuado e perdido em campo, sem mostrar nenhum padrão tático, o Ituano foi assustar Deola apenas aos 43 minutos. Kleyton Domingues cobrou escanteio e Jefferson Luis subiu mais que todo mundo, cabeceando com muito perigo. A bola passou raspando o travessão defendendo pelo goleiro do Palmeiras.

Virou goleada
O Palmeiras não diminuiu o ritmo mesmo com a vantagem no marcador e quase marcou o terceiro logo aos quatro minutos do segundo tempo. Maikon Leite tabelou com Daniel Carvalho e bateu na saída do goleiro adversário. A bola passou raspando a trave, enganando muitos torcedores que chegaram a gritar gol. A resposta do Ituano veio logo na sequência.

Kleyton Domingues arriscou de longa distância e obrigou Deola a defender em dois tempos. Um pouco mais ousado do que no primeiro tempo, o Ituano criou boa chance aos 12 minutos. Jefferson recebeu grande passe de Alemão, girou em cima do zagueiro e bateu com força. A bola foi para fora, assustando o goleiro do Palmeiras, que apenas acompanhou.

Quando o Ituano estava melhor, o Verdão liquidou a partida em mais um lance de bola parada e novamente de cabeça. O lateral-direito Artur, que havia acabado de entrar no lugar de Cicinho, aproveitou cobrança de escanteio de Marcos Assunção e desviou na primeira trave, sem chances para Douglas. Esse foi o segundo gol do jogador, que chegou ao Palestra Itália na semana passada depois de ser emprestado pelo São Caetano.

Sem criatividade no meio-campo, o Galo de Itu buscava o gol de honra em lances de bola parada e quase marcou duas vezes com Otacílio Neto. Em uma delas, o atacante soltou a bomba de longe e mandou ao lado do gol de Deola. O Verdão teve ainda mais duas chances de aumentar a goleada. Na primeira, João Vítor fez grande jogada individual, mas na hora da finalização acertou em cima de Anderson Salles. Depois, Artur escapou pela direita e cruzou fechado. A bola passou por Douglas, mas ninguém apareceu para completar.

Próximos jogos
O Palmeiras tentará manter sua invencibilidade na próxima sexta-feira, quando enfrenta o Guaratinguetá, no Estádio Dario Leite Rodrigues, às 21 horas, pela oitava rodada do Paulistão. No sábado, o Ituano recebe o Catanduvense, às 18h30, no Novelli Júnior, buscando a reabilitação.

Ficha Técnica

Fase
1ª Fase
Rodada
7ª rodada
Data
11/02/2012
Horário
17h00
Local
Estádio do Pacaembu, em - São Paulo (SP)
Árbitro
Edson Reis Pavani Junior

Renda
R$ 367.835,00
Assistentes
Eduardo Vequi Marciano e Maria Eliza Correia Barbosa

Público
11.193 pagantes
Palmeiras
Deola;
Cicinho (Artur), Leandro Amaro, Henrique e Juninho;
Márcio Araújo, Marcos Assunção (Pedro Carmona), Patrik e Daniel Carvalho (João Vitor);
Maikon Leite e Barcos.
Técnico: Felipão
Ituano
Douglas;
Alex, Thiago Gomes, César Gaúcho e Gustavo;
Allan Mota, Alemão, Rodrigo Costa (Otacílio Neto) e Kleyton Domingues;
Michel (Evando) e Jefferson Luis (Hugo).
Técnico: Doriva (interino)