Vexame do Verdão provoca a ira de diretoria e torcedores

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 18 (AFI) - Após a humilhante derrota de 4 a 1 diante do São Caetano jogando no Palestra Itália, o Palmeiras ainda foi obrigado a ouvir reclamações da diretoria e xingamentos de seus torcedores na noite de quarta-feira.

Confira também:
Na bronca! Presidente da Portuguesa critica postura de jornalista

Ao longo da partida, gritos como "time sem vergonha" e "queremos jogador" eram ouvidos da arquibancada, enquanto que o presidente do clube Luis Gonzaga Beluzzo não poupou críticas ao elenco e disse com suas próprias palavras, que "a derrota foi uma vergonha".

No meio do bombardeio, os jogadores do Palmeiras tentaram se explicar, mas também se mostraram irritados. O zagueiro Danilo era um dos mais exaltados após a derrota. "Não falta alegria ao time, se faltasse, contrataríamos um palhaço e estaria tudo resolvido", disparou o jogador.

O lateral Wendell, mais comedido, deu razão à torcida. "A torcida está certa sim. Eles têm que exigir o melhor em campo. O Palmeiras é um time grande. Mas às vezes isso acontece mesmo no futebol", afirmou o jogador.

Cabeça já está no clássico
Apesar do vexame, o elenco palmeirense sabe que não pode chorar sobre o leite derramado e já fala sobre o clássico diante do São Paulo, no próximo domingo, no Palestra Itália.

O volante Edinho tentou levantar o astral da equipe para a próxima partida. "É uma coisa muito ruim que está acontecendo, mas paciência, precisamos trabalhar, pois temos um clássico pela frente. Foi um jogo difícil, ninguém estava inspirado, mas agora é levantar a cabeça e pensar no clássico", concluiu.