Santos 2 x 1 Corinthians - Neymar comanda vitória no clássico!

por Agência Futebol Interior

Santos, SP, 28 (AFI) – O Santos venceu o clássico diante do Corinthians,por 2 a 1, na tarde deste domingo, em jogo disputado na Vila Belmiro, pela 11ª rodada do Campeonato Paulista. Mesmo sem Robinho, o time mandante jogou com sobras e fez o dever de casa, aumentando ainda mais a vantagem na primeira colocação. O Timão ainda teve dois jogadores expulsos no segundo tempo, o que comprovou o clima quente no embate.

Assim, o Santos chegou aos 28 pontos, mantendo a vantagem para o segundo colocado em quatro pontos. Por outro lado, o Corinthians deixa o G4, já que aparece com 19 e foi ultrapassado pelo São Paulo, que agora tem 20. O Timão é somente o quinto colocado.

De mocinho a vilão e a mocinho de novo!
O primeiro tempo na Vila Belmiro mostrou logo no começo que o duelo seria emocionante. Aos dois minutos, uma bela troca de passes dos “meninos da Vila” quase resultou no primeiro gol. Paulo Henrique deixou Neymar de frente para Felipe, mas o chute do meia parou na boa defesa do corintiano. Três minutos mais tarde, Marquinhos foi derrubado por Roberto Carlos dentro da área e o árbitro José Henrique de Carvalho assinalou pênalti, o que gerou protestos do técnico Mano Menezes. O treinador do Timão fez gestos em alusão a uma possível forma da arbitragem prejudicar seu time.

Após muita demora, Neymar pegou a bola e foi para a cobrança, mas o chute do meia parou na defesa de Felipe, que sem se adiantar pulou com estilo no canto direito e fez bela defesa. O Corinthians, por sua vez, tentava chegar ao ataque, mas não conseguia entrar na área santista. Assim, as tentativas eram nos chutes de longe, com Roberto Carlos e Tcheco, mas sem êxito. O Timão teve sua primeira grande chance somente aos 24, quando Ronaldo tocou para Dentinho, que da marca do pênalti mandou uma linda bicicleta, mas que Felipe salvou no meio do gol.

Com a ausência de Robinho, Neymar era tido como a grande estrela do jogo, mas estava se transformando em vilão ao perder o pênalti. Apesar disso, o jovem resolveu começar a mudar isso aos 33. Marquinhos serviu o atacante dentro da área. Mesmo recebendo de costas para o gol, Neymar fez o giro e mandou no canto direito de Felipe para abrir o placar. O gol animou o Santos, que poderia ter ampliado cinco minutos mais tarde, porém, Pará chutou em cima de Felipe, que fez a defesa.

Ficou quente!
No segundo tempo, os ânimos estavam mais quentes. O Santos apenas administrava o resultado, enquanto o Corinthians estava atrás e pelo menos o empate. O nervosismo impediu que o Timão chegasse a assustar o Peixe, que foi ganhando espaços e chegou ao segundo gol após uma bela troca de passes aos 14 minutos. Neymar recebeu pelo lado direito da área, dominou no peito e mandou para o meio, aonde o atacante André chegou chutando e mandou sem defesa para Felipe.

O segundo gol foi o estopim para começar as jogadas mais duras, já que o Santos passou a priorizar ainda mais o toque de bola, fato que revoltou os corintianos. O jogo ganhou em mais emoção aos 23, quando Dentinho descontou. O atacante chutou a primeira vez e mandou na trave, mas a bola voltou para ele, que chutou forte e marcou o primeiro do Timão. Logo em seguida, Moacir, que havia entrado no intervalo, recebeu o segundo amarelo e foi expulso, deixando o Timão com um jogador a menos.

O que estava ruim ficou ainda pior aos 27, quando Roberto Carlos tentou cavar pênalti e o árbitro não foi na dele. Assim, José Henrique de Carvalho ainda aplicou o segundo amarelo no lateral e em seguida o vermelho. Mesmo com dois jogadores a menos, o Corinthians ainda teve a chance do empate aos 40. Dentinho cruzou do lado direito, o goleiro Felipe deixou passar e Tcheco, com o gol aberto, cabeceou por cima, para desespero corintiano.

Próximos Jogos!
Pela 12ª rodada, o Santos encara o Paulista, na quinta-feira, às 21 horas, no Estádio Jayme Cintra, em Jundiaí. Já o Corinthians terá pela frente o Botafogo, no mesmo dia, mas às 17 horas, na Arena Barueri.

Ficha Técnica

Santos 2 x 1 Corinthians

Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos-SP
Renda - R$ 595.120,00. Público - 9.029 pagantes.

Árbitro: José Henrique de Carvalho
Cartões amarelos: Pará, Paulo Henrique Ganso, Neymar e Breitner (Santos); William, Tcheco, Chicão e Felipe (Corinthians)
Cartões vermelhos: Moacir e Roberto Carlos (Corinthians)
Gols: Neymar 33'/1T e André 15'/2T (Santos); Dentinho 23'/2T (Corinthians)

Santos
Felipe; Roberto Brum (Madson), Edu Dracena, Durval e Pará (Germano); Arouca, Wesley, Marquinhos e Paulo Henrique Ganso (Breitner); Neymar e André.
Técnico: Dorival Júnior.

Corinthians
Felipe; Alessandro (Moacir), Chicão, William e Roberto Carlos; Ralf (Jucilei), Elias, Tcheco e Jorge Henrique; Dentinho (Iarley) e Ronaldo.
Técnico: Mano Menezes.