Reabilitação, tabu e mistério... Esta é a Lusa para o clássico

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 03 (AFI) - No segundo clássico em 2010, a Portuguesa espera repetir o desempenho da estreia contra o São Paulo, quando venceu por 3 a 1, em pleno Morumbi. Nesta quinta-feira, às 17 horas, pela sexta rodada do Campeonato Paulista, a Lusa tenta por fim a um tabu de quase cinco anos sem vencer o Palmeiras. A última vez que isso aconteceu foi no dia 13 de março de 2005, pelo Paulistão, quando derrotou os palmeirenses por 2 a 1, no mesmo Estádio Palestra Itália. Desde então, foram cinco jogos, com dois empates e três derrotas.



Veja também:
BOMBA! Clube "aluga camisa" para disputar Copa do Brasil

"Na primeira rodada, contra o São Paulo, nós conseguimos acabar com um jejum de dois anos sem vitórias em clássicos. Agora vamos lutar para conseguir acabar com este pequeno tabu e voltar ao G4", afirmou o veterano Athirson, que está confirmado para o jogo.O técnico Vágner Benazzi tem feito mistério em torno do time que entrará em campo. Existe a possibilidade de o treinador mandar a campo uma formação com três zagueiros. Nesta caso, Gladstone entraria na vaga do volante Glauber. Mas o mais provável é que o 4-4-2 seja mantido.

Retorno e carrasco


A principal novidade ficará por conta do retorno do ala-esquerdo Fabrício, que estava suspenso. Com isso, Athirson volta a ser utilizado no meio-campo.Único atacante efetivo na Lusa, o uruguaio Gustavo Biscayzacu revelou guardar boas recordações do Palmeiras. Afinal, ele fazia parte do time do Nacional-URU, que eliminou o time paulista na Libertadores do ano passado.



"Se não me engano foi a melhor campanha de um time uruguaio na Libertadores desde 1989 (O Danúbio foi semifinalista naquele ano). Espero que possamos ter a mesma sorte na quinta-feira e vencer o jogo", disse.A Portuguesa deve entrar em campo com Fábio; Paulo Sérgio, Domingos, Preto Costa e Fabrício; Acleisson, Glauber (Gladstone), Marco Antônio e Athirson; Héverton e Gustavo Biscayzacu.