BOMBA! Presidente Rivaldo demite "amigo" do Mogi Mirim

por Agência Futebol Interior

Mogi Mirim, SP, 18 (AFI) - Amigos, amigos, negócios à parte. O velho ditado popular norteou o meia e presidente do Mogi Mirim, Rivaldo, nesta quinta-feira. Em seu blog oficial, o craque de 37 anos anunciou a demissão do amigo e ex-jogador César Sampaio, que exercia a função de gerente de futebol no Sapão. Demorou para Rivaldo se aperceber de que Sampaio exercia uma função incompatível com sua função - de dono de empresa - no rival Rio Claro, gerando conflito de interesses.

Leia também:
POLÊMICA! Troca de nome em estádio gera debate na Câmara de Mogi

O motivo alegado por Rivaldo foi o fato de César Sampaio ser um dos gestores do Rio Claro, que também disputa o Campeonato Paulista. Ele é dono da C2P Sports em sociedade com o ex-zagueiro Cléber, ex-Palmeiras e Seleção Brasileira.

"Ele tem uma empresa junto com outras pessoas que trabalham no Rio Claro. Então, ficou difícil a possibilidade de ele trabalhar no Mogi. Ainda mais disputando a mesma competição", justificou o meia.

Má campanha
Apesar do argumento utilizado por Rivaldo, a má campanha do Mogi no Paulistão deve ter sido o fator preponderante para a demissão. Afinal, a empresa de César Sampaio tinha parceria com o Rio Claro desde antes do Paulistão começar.

O meia do Bunyodkor (Uzbequistão) já vinha mostrando um descontentamento com a campanha do Mogi, que vem de quatro derrotas seguidas.

"Já são quatro derrotas consecutivas e ainda não conseguimos nenhuma vitória diante das equipes intermediárias. Temos que nos recuperar o mais rápido possível, porque já chegamos na metade do campeonato", ressaltou.

Com essa sequência de maus resultados, O Sapão caiu para a 17ª colocação, com oito pontos, dentro da zona de rebaixamento.