Segundona: Confira detalhes das campanhas dos semifinalistas

As equipes de Paulista, Fernandópolis, Flamengo e Marília, farão dois confrontos cada para decidir quem subirá para a Série A3.

por Federação Paulista (FPF)

Campinas, SP, 10 - Paulista, Fernandópolis, Marília e Flamengo são os semifinalistas da Segunda Divisão Sub-23 do Campeonato Paulista. Os quatro fizeram valer o desempenho das fases anteriores e se confirmaram como os melhores do torneio. Agora, eles farão dois confrontos cada para definir os times que tem direito ao acesso para o Paulistão A3 2020. Confira detalhes das campanhas que levaram os times até a fase decisiva.

Paulista x Flamengo

Paulista – 26J / 17V 6E 3D / 59GM 20GS

Melhor campanha do torneio, o Paulista foi quem mais venceu, além de ter o melhor ataque da competição. A força ofensiva da equipe de Edson Fyu é o ponto forte, tendo balançado as redes em 23 jogos que realizou. Na maioria dos jogos (17), inclusive, o time marcou dois gols ou mais. O artilheiro é Jeferson, autor de 11 gols, um a mais que Edinan. A defesa, por sua vez, também mostra certa solidez, não sendo vazada em nove partidas e sofrendo mais que um gol em apenas três.

Flamengo – 26J / 14V 8E 4D / 45GM 24GS

O time de Guarulhos chega na semifinal após crescer na competição. Até a 10ª rodada, o time tinha quatro vitórias, dois empates e três derrotas. Desde então, perdeu apenas mais uma vez. Assim como o adversário, o ataque mostrou eficiência e fez gols em 21 jogos, sendo 11 vezes dois ou mais. Denilson, com 10 gols, é o melhor marcador. O sistema defensivo não sofreu gols em 11 partidas.

Fernandópolis x Marília
O Marília possui a melhor defesa entre os quatro semifinalistas. (Foto: Divulgação/Marília)
O Marília possui a melhor defesa entre os quatro semifinalistas. (Foto: Divulgação/Marília)

Fernandópolis – 26J / 15V 8E 3D* / 43GM 21GS*

Em campo, o Fernandópolis é o time que menos perdeu no campeonato. Isso porque a primeira derrota da equipe foi por um W.O.

O time ainda tem dois índices a seu favor. A defesa é a que mais passou jogos sem sofrer gols (12 no total) e ainda não foi derrotado jogando dentro de casa.

Dos 25 jogos que jogou, o time marcou em 20, sendo 15 vezes dois gols ou mais. A equipe ainda tem o artilheiro da competição: Murilo, com 15 gols.

*a derrota por W.O. contra o Tupã teve placar de 0x3

Marília – 24J / 13V 8E 3D / 45GM 18GS

Melhor defesa entre os semifinalistas, o Marília conseguiu sair de campo ser vazado 11 vezes. Assim como o adversário, o time não foi derrotado jogando em seu estádio. O Marília ainda tem na sua campanha a maior goleada da competição: 10 a 1 sobre o Elosport. Os 10 gols, inclusive, ajudaram o time a ter o terceiro melhor ataque do torneio. Autor de dois gols na semifinal, Lucas Lima é o artilheiro da equipe, com oito gols no total.