Fernandópolis x Marília - Com casa cheia, Fefecê tenta reverter vantagem do MAC

A partida marcada para às 10h da manhã no Estádio Claudio Rodante terá o apoio do Projeto Futebol Sustentável

por Agência Futebol Interior

Fernandópolis, SP, 18 (AFI) - O segundo finalista do Campeonato Paulista da Segunda Divisão e dono do acesso para a Série A3 de 2020 será conhecido na manhã deste domingo (20). Após a derrota pelo placar de 2 a 0 no jogo de ida das semifinais, o Fernandópolis busca usar o fator casa para conquistar a virada diante do Marília, no Estádio Claudio Rodante, às 10h, no segundo jogo entre as equipes.

Por ter a vantagem de jogar por dois resultados iguais, o Fernandópolis joga por uma vitória por dois gols de diferença para avançar. Já o Marília pode empatar ou até perder por um gol de diferença que assim mesmo se classifica para a grande decisão do estadual. A partida terá transmissão da FPF TV.

CASA CHEIA COM AJUDA DO FUTEBOL SUSTENTÁVEL
Mesmo na frente no placar, o Marília não terá vida fácil. Isso porque, o Estádio Claudio Rodante promete estar lotado para empurrar o Fernandópolis rumo ao acesso. Tanto que em menos de 48h, três mil ingressos do Futebol Sustentável foram esgotados pela torcida local. O projeto consiste na troca de duas garrafas pets vazias por um bilhete. Ao todo, são esperados mais de cinco mil torcedores.

No jogo de ida, o Marília venceu por 2 a 0
No jogo de ida, o Marília venceu por 2 a 0
O Marília busca voltar ao Paulista A3 após amargar apenas um ano na quarta e última divisão estadual. A equipe foi rebaixada na temporada de 2018, quando caíram seis times, ao lado de Rio Branco, União Barbarense, Manthiqueira, Matonense e Mogi Mirim. Já o Fernandópolis está na Segundona desde 2016, mesmo assim a equipe é uma das que mais participaram da Série A3 com 14 participações e agora em 2020 busca disputar a primeira divisão mais uma vez.

FERNANDÓPOLIS
Para essa partida decisiva, o técnico Júnior Paulista conta com o retorno de quatro jogadores. O zagueiro Biti, o meia Danilo e o atacante João Lucas cumpriram suspensão automática na rodada passada e voltam a ficar a disposição. Já o lateral-esquerdo Carioca treinou normalmente esta semana após se recuperar de uma lesão muscular, mas ainda é duvida. Caso não tenha condições de jogo, o jovem da base Matheus Augusto segue entre os onze iniciais.

"O que tinha que feito já foi feito. Não temos mais muito o que treinar, vamos só acertar os últimos detalhes para chegarmos bem tranquilos a esse jogo de domingo. Apesar da desvantagem, estamos com a cabeça no lugar é bastante movivado. Vamos buscar o gol desde o primeiro minuto por esse tão sonhado acesso. Sabemos que teremos cada cheia e isso irá ajudar demais" disse o comandante.

MARÍLIA
Apesar da vantagem, o Marília também tem motivos para se preocupar. Isso porque o goleiro titular Geílson não participou de dois treinos durante a semana. O arqueuiro está com uma inflamação de garganta e foi poupado dos treinos de terça e quinta-feira. Apesar disso, o goleiro não deve ser desfalque para o duelo, já que ele está se sentindo melhor e já passou por um especialista, no qual foi medicado da forma certa.

Por outro lado, o Marília não poderá contar com o volante Eduardo, que foi julgado e punido pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Estado de São Paulo (TJD-SP) com dois jogos de suspensão pela expulsão na segunda partida das quartas de final contra o São José. Porém como ele é reserva, não deve fazer tanta falta, já que ele também desfalcou a equipe no primeiro duelo contra o Fernandópolis.

Ficha Técnica

Fase
Semifinal
Rodada
2ª rodada
Data
20/10/2019
Horário
10h00
Local
Claudio Rodante - Fernandópolis (SP)
Árbitro
Salim Fende Chavez

Renda
Não divulgada
Assistentes
Vitor Carmona Metestaine e Fabricio Porfirio de Moura

Público
4.037 pagantes
Cartões Amarelos
Fernandópolis: Murilo, Breno, Jackson, Felipe, Jackson
Marília: Erick Bessa, Matheus Chiclete, Hebert, Breno

Cartões Vermelhos
Fernandópolis: Júnior Bala, Júnior Bala
Gols
Fernandópolis: Potiguar 3' 2T
Marília: Breno 4' 2T
Fernandópolis
Gabriel;
Breno (Junior Matheus), Felipe, Félix e Carioca;
Jackson (Vitinho), Talison (Junio Bala), Danilo e Murilo;
Gildo e João Lucas
Técnico: Junior Paulista
Marília
Geílson;
Raphael, Guilherme Café, Gutierrez e Lucas Praxedes;
Hebert (Mateus Mima), Erik Bessa, Micael e Ícaro (Souza);
Lucas Lima e Breno (Matheus Chiclete).
Técnico: Ricardo Costa