Segundona: Temporal adia semifinal entre Primavera e Inter de Bebedouro

Nova data ainda é incerta. Domingo tem eleição, segunda-feira um jogo da Copa Paulista no mesmo local.

por Agência Futebol Interior

Indaiatuba, SP, 6 (AFI) – Um verdadeiro temporal desabou na cidade de Indaiatuba, perto das 14 horas, momentos antes do início da semifinal do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, entre Primavera e Internacional de Bebedouro. O gramado do estádio Ítalo Limongi ficou alagado. Por isso, o jogo foi adiado sem data definida. Talvez na segunda-feira, dependendo de posição oficial da Federação Paulista de Futebol (FPF).

Acontece que também na segunda-feira acontece um jogo pela Copa Paulista entre Atibaia x são Caetano pela Copa Paulista. O jogo da Segundona pode até ser marcado para terça-feira ou em outra data definida pela FPF.

SEM JOGO DOMINGO

O normal seria adiar o jogo para o dia seguinte, no caso, domingo. Acontece a eleição nacional e não haverá, por lei, nenhum evento esportivo.

“Não vai ter jogo” – acreditava o experiente repórter Washington Melo, escalado para acompanhar o evento pela Rádio Futebol Interior. Ele baseou sua afirmação em cima da falta de drenagem no gramado, que no início do ano passou por ampla reforma para abrigar um grupo da Copa São Paulo de Junior.

GRAMADO ficou totalmente sem condições de jogo para Primavera x Inter de Bebedouro
GRAMADO ficou totalmente sem condições de jogo para Primavera x Inter de Bebedouro

ESPERA REGULAMENTAR
O árbitro José Claudio Rocha Filho logo sentiu a dificuldade da realização do jogo. Mas esperou por 30 minutos (até 15h30) como prevê o regulamento. A chuva até diminuiu, porém, não parou e o gramado ficou sem condições de jogo.

Os próprios dirigentes concordaram com a posição tomada pela arbitragem.

"Infelizmente nós preparamos uma festa bonita, inclusive, para receber nossa torcida. Mas a chuva que caiu aqui foi demais. O adiamento foi um ato de bom senso" - comentou Maicon Melo, investidor do futebol do Primavera.

Posição parecida teve Homero Santarelli, gerente de futebol, da Internacional de Bebedouro.

"Pela experiência de 40 anos de futebol, logo vimos que não havia condições de jogo. Os dois times seriam prejudicados" - resumiu.

 
 
" />