Segundona: São José é derrotado pelo Amparo e perde a liderança

A Águia do Vale perdeu pelo placar de 1 a 0 para o Leão da Montanha e a derrota custou aos joseenses a liderança do grupo

por Agência Futebol Interior

São José dos Campos, SP, 11 (AFI) - O São José visitou o Amparo na tarde do último sábado e sofreu o segundo revés na Campeonato Paulista da Segunda Divisão. A Águia do Vale perdeu pelo placar de 1 a 0 para o Leão da Montanha e a derrota custou aos joseenses a liderança do grupo, que agora pertence ao Paulista. Um gol mal anulado, no entanto, poderia ter mudado a história do jogo.

Antes de iniciar a décima rodada o São José era o líder isolado do grupo e também do campeonato, mas a melhor campanha entre os 40 times não foi suficiente para garantir mais três pontos. No estádio José de Araújo Cintra a Águia não mostrou o mesmo futebol que vinha apresentando ao longo do certame e foi superada pelos anfitriões, que estavam em penúltimo e, com a vitória, subiram para a quinta colocação da chave.

O resultado, contudo, poderia ter sido diferente. Isto porque no segundo tempo o juiz anulou um gol legítimo dos joseenses, alegando impedimento. Dessa forma, com a derrota do São José e a vitória do Paulista sobre o União, em Mogi, a Águia do Vale perdeu a liderança do Grupo 4 para o Galo do Japi e, caso o Guarulhos vença o Atlético Mogi amanhã, em Guarulhos, por 6 gols de diferença, os joseenses terminarão a rodada em terceiro no grupo.

Com gol anulado, Águia perde o jogo e a liderança em Amparo (Foto: São José EC divulgação)
Com gol anulado, Águia perde o jogo e a liderança em Amparo (Foto: São José EC divulgação)
PRIMEIRO TEMPO
A etapa inicial teve duas ocasiões de gol nos primeiros instantes e depois mergulhou em quase meia hora de jogo truncado. Aos 7 minutos o Amparo atacou com o lateral-esquerdo Vitor, que cruzou para Luiz Felipe, mas o camisa 7 chutou para fora, à esquerda de Agenor. Dois minutos depois o São José respondeu com o lateral-direito Denis, que cruzou para Tauã, de cabeça, mandar para fora, à direita do goleiro Gabriel.

Após esses dois lances, o jogo foi de muita marcação, com a bola quicando bastante pelo gramado e sem chances reais de gol. Isto até os 37 minutos, quando o volante Kaio chutou de longe e a bola passou por cima do gol defendido por Agenor. O jogo, que até então estava morno, esquentou repentinamente e as oportunidades começaram a surgir nos minutos finais do primeiro tempo.

Aos 40, o atacante Pedrinho entrou na área e encheu o pé, porém a bola passou à esquerda de Gabriel, para fora. No minuto seguinte o camisa 11 da Águia teve outra oportunidade, todavia Gabriel estava esperto na jogada e conseguiu fazer a defesa, barrando o ímpeto do setor ofensivo joseense, que crescia no jogo.

A resposta do Amparo veio aos 44, com Vitor, de cabeça, mas Agenor estava atento e fez a defesa. Dois minutos depois o São José ainda teve chance de inaugurar o placar, no último lance da etapa inicial. Alan Lopes, em cobrança de falta, bateu bem, porém do goleiro Gabriel defendeu com estilo. Miqueias Carioca pegou o rebote, chutou forte, mas o arqueiro fez nova defesa.

SEGUNDO TEMPO
A etapa complementar foi um pouco mais movimentada do que os 45 minutos iniciais. Logo na primeira situação de ataque, aos 10 minutos, o Amparo abriu o marcador. Kaio entrou livre na área e tirou de Agenor, para a alegria da torcida do Leão da Montanha. E aos 14 quase saiu o segundo, em chute do volante Fernando, porém a bola foi para fora.

Em desvantagem no marcador, o São José arriscou mais a partir dos 17 minutos, quando Leo Turbo desviou de cabeça, para defesa de Gabriel. Aos 25, Alan Lopes finalizou, todavia a bola saiu mascada e lá estava novamente Gabriel para ficar com ela. E dois minutos depois, aos 27, o lance polêmico: Raphael, em condição legal, fez o gol que seria de empate, mas o juiz anulou, alegando impedimento.

A partir dos 30 minutos o jogo voltou a ficar truncado e ainda contou com a expulsão do autor do gol, aos 31. Mesmo com um homem a mais, o São José só conseguiu chegar com perigo aos 43 minutos. Denis cruzou da direita e o zagueiro Leo Turbo subiu de cabeça, porém o goleiro Gabriel, em tarde inspirada, fez mais uma boa defesa. Quatro minutos depois os donos da casa ainda chegaram com Diego, que buscou o ângulo esquerdo de Agenor, contudo a bola foi para fora.

O São José ainda tentou o empate nos acréscimos, com algumas bolas alçadas na área, todavia as jogadas foram cortadas pelo setor defensivo adversário, que conseguiu segurar a vitória para os donos da casa. E os joseenses ainda perderam Emanuel, que não entrou em campo, mas tomou cartão vermelho após o término da partida, por jogar água na torcida local.

PRÓXIMOS JOGOS
A Águia volta campo na próxima sexta-feira, 15, para enfrentar o Atlético Joseense, no Martins Pereira, às 20h30. Já o Amparo enfrenta o Atlético Mogi, no sábado, às 15h.

FICHA TÉCNICA
Data: 09 de junho de 2018

Local: Estádio José de Araújo Cintra, em Amparo.

Árbitro: Humberto Jose Junior

Assistente 1: Fausto Augusto Viana Moretti

Assistente 2: Jose Lucas Candido de Souza

Quarto árbitro: Saulo Samuel Muniz Felix

Gol: Kaio, aos 10 minutos do 2º tempo.

Cartões amarelos: Vitor, Diego e Alexandre (Amparo); Tauã, Luciano Pit e Vinicius Reis (São José).

Cartões vermelhos: Kaio (Amparo) e Emanuel (São José).

Amparo: Gabriel; Lucas, Mateus, Mingoti e Vitor; Kaio, Fernando, Luiz Felipe (Felipe) e Alexandre (Kauan); Diego e Danilo (Jacaré). Técnico: Marcos Antonio Ribeiro.

São José: Agenor; Denis, Raphael, Leo Turbo e Luciano Pit; Tauã (Gutierrez), Alan Lopes e Vinicius Barcelos (Vinicius Reis); Erik Bessa, Pedrinho e Miqueias Carioca (Yuri Ferraz). Técnico: Ricardo Costa.

 
 
" />