Segundona: Depois do Independente, Guarujá é mais um time a perder por WO

Equipe litorânea não conseguiu resolver questões do estádio Antônio Fernandes, o Antoninho

por Agência Futebol Interior

Guarujá, SP, 12 (AFI) - Mais um WO no Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Depois de o Independente perder da Itapirense por não ter conseguido inscrever jogadores para a estreia, o Guarujá não conseguiu resolver trâmites burocráticos para a liberação do estádio Antônio Fernandes e será derrotado, na segunda rodada, pelo Barcelona Capela por 3 a 0.

O site da Federação Paulista de Futebol já confirma a situação: "Suspensão do Jogo. Motivo: Estádio Interditado pelo Ministério Público". Em contato do Portal Futebol Interior com a assessoria de imprensa, a equipe litorânea informou que uma reunião está programada para acontecer na manhã desta quinta-feira, no Antoninho, apelido do estádio, para provar que o local está apto a receber partidas e, assim, evitar a derrota. O problema seria apenas burocrático, faltando apenas alguns documentos assegurando que todas as pendências estão resolvidas.

Segundona: Depois do Independente, Guarujá é mais um time a perder por WO
Segundona: Depois do Independente, Guarujá é mais um time a perder por WO

As duas equipes estrearam com empates no Grupo 5. O Guarujá ficou no 2 a 2 com o Grêmio Mauaense, fora de casa, enquanto o Barcelona Capela não saiu do 0 a 0 diante do Mauá, na rua Javari, em São Paulo. A única equipe da chave a vencer foi Elosport, que bateu o Jabaquara por 2 a 1.Além disso, Itararé e Primavera acabou 1 a 1.

Segundona: Depois do Independente, Guarujá é mais um time a perder por WO (Foto: Divulgação)
Segundona: Depois do Independente, Guarujá é mais um time a perder por WO (Foto: Divulgação)

FUTEBOL INTERIOR JÁ TINHA ADIANTADO
No último dia 5, o Portal Futebol Interior já tinha adiantado que o Antoninho seria um problema para o time do Litoral.

O local tinha problemas de acessibilidade, mas a diretoria alegava que as obras estavam finalizadas e que corria contra o tempo para conseguir finalizar os trâmites burocráticas.

Para evitar o WO, o Guarujá, através do gerente executivo de futebol, Samuel Maninho, tentou transferir a partida para o estádio Ulrico Mursa, casa da Portuguesa Santista. Entretanto, no dia 4, a FPF se posicionou e não acatou o pedido.

 
 
" />