Segundona: Sindicato dos Atletas luta para estadual não ter limite de idade

Rinaldo Martorelli, presidente da entidade que representa os jogadores profissionais do Estado de São Paulo, falou sobre o assunto

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 12 (AFI) - Mesmo faltando aproximadamente um mês para o início do Campeonato Paulista da Segunda Divisão - quarta nível do futebol paulista - a competição já está dando o que falar fora das quatro linhas. Inicialmente previsto para ser um torneio Sub 23, o Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de São Paulo conseguiu uma liminar na justiça e com isso, a liberou jogadores de qualquer idade a disputar o estadual e afirmou que nenhum clube será prejudicado com perda de pontos.

“Não vai acontecer de o time perder pontos por ter utilizado um jogador acima de 23 anos no campeonato, caso, hipoteticamente, a liminar caia. Sob proteção não acontece, se derrubar, o máximo que poderá acontecer é não poder escalar de novo, mas a perda de pontos não ocorrerá”, afirmou o presidente da entidade, Rinaldo Martorelli em entrevista a WSports News de Ribeirão Preto.

Rinaldo Martorelli garante a utilização de atletas acima de 23 anos (Foto: Murilo Bernardes / WSports)
Rinaldo Martorelli garante a utilização de atletas acima de 23 anos (Foto: Murilo Bernardes / WSports)

Confiante em que a tutela judicial não será derrubada, o presidente do Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de São Paulo assumiu a responsabilidade de arcar com qualquer prejuízos que os clubes possam ter caso utilizem jogadores mais velhos nas primeiras rodadas do estadual. Caso o torneio volte a ser Sub 23 no decorrer da competição, caso a liminar seja cassada.

“Eu vou assumir um compromisso aqui para você ver a dimensão da coisa. Se você escalar algum atleta acima dos 23 sob a tutela, se ela não tiver, não, e tiver algum prejuízo, o sindicato assume”, finalizou Martorelli em entrevista a WSports de Ribeirão Preto.

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA DE RINALDO MARTORELLI A WSPORTS NEWS

 
 
" />