Velo Clube 0 x 4 Taboão da Serra - Goleada e título da Segundona

O Taboão da Serra havia vencido o jogo de ida por 2 a 0

por Agência Futebol Interior

Piracicaba, SP, 07 (AFI) - Parece que a vantagem do primeiro jogo valeu muito para o Taboão da Serra, e o time conquistou o caneco do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Na manhã deste domingo, jogando no Estádio Barão de Serra Negra, em Piracicaba, o Taboão enfrentou o Velo Clube, e venceu por 4 a 0. Além deles, Paulínia, Inter de Limeira e Santacruzense também foram bem na competição, e conquistaram o acesso à Série A3 de 2011.

No jogo de ida, em Taboão da Serra, o time havia vencido por 2 a 0, e poderia perder por até um gol de diferença. A partida aconteceu em Piracicaba, pois o Corpo de Bombeiros da cidade de Rio Claro vetou o Estádio Municipal Benito Agnelo Castellano.

Quando estava na primeira fase, o Taboão não foi tão bem, e acabou em quarto lugar, com apenas 21 pontos. A situação melhorou nas próximas fases, quando o time encaixou seu futebol, e terminou na primeira colocação por três vezes, e ambas com o mistíco número de 13 pontos.

O maior momento na história do Taboão da Serra, que foi fundado em 1985, aconteceu em 2004. Naquele ano, o time fez uma campanmha impecável no Campeonato Paulista da Segunda Divisão - B2, e conquistou o título da competição.

Só deu Velo, mas...
O Velo Clube foi o dono do primeiro tempo. Desde o primeiro minuto, o time foi em busca da vitória necessária para a conquista do título. O Taboão da Serra, que jogava com o regulamento debaixo do braço, foi ao ataque apenas uma vez, e foi o bastante para conseguir seu gol que deu mais calma aos jogadores.

Logos aos quatro minutos, Alemão deu um chutão para frente. O zagueiro Fabão perdeu a divida com Leandrinho, e o goleiro Remerson saiu para defender. Mas o arqueiro se complicou ao tentar espalmar, a bola sobrou para Leandrinho, que ele acabou mandando para o fundo das redes.

Depois disso, o Velo começou a busca pelo empate, mas tinha dificuldades para furar a defesa dos visitantes, que abusavam das faltas. Aos dez minutos, zagueiro Fabão mandou uma bomba e assustou o goleiro Matheus. Logo em seguida, aos 13 minutos, Sassa foi fazer o desvio de um cruzamento do lateral Ruan, e acertou a trave, quase fazendo contra.

Em mais um falta feita na entrada da área, Tom área, bateu com força, e o goleir se esticou todo para evitar o gol, e mandar à linha de fundo, e salvar o Taboão. Aos 28 minutos, Tom cobrou falta, a zaga afastou mal, e Furtuoso, dentro da área, perdeu uma grande chance de empatar a partida.

Muita emoção
A pressão do Velo era imporessionante, e o Taboão só assistia, tentando sair com sua vitória parcial. Aos 34 minutos, Reginaldo recebeu na entrada da pequena área, e mesmo sem ângulo, mandou para o gol, mas o goleiro fez a defesa.

Quando o Taboão já tocava a bola e tentava administrar o resultado, o clube recebeu mais um presente. Aos 46 minutos, Leandrinho invadiu a área, foi derrubado pelo goleiro Remerson e o árbitro deu pênalti. O lateral Leandrinho foi para a cobrança, e aumentou a vantagem dos visitantes.

Será que dá?
Na saída para o intervalo, os jogadores do Velo já estavam jogando a toalha, mesmo com o discurso de que ainda dava tempo. "Tomamos dois gols bobos, e não conseguimos criar as chances para chegar ao nosso gol. Agora, ficou extremamente dificil, mas vamos tentar reverter a vantagem", afirmou o goleiro Remerson.

Não deu mesmo
O Velo Clube voltou ao segundo tempo determinado a buscar o empate, mas teve suas chances jogadas fora logo no começo. Lucas fez uma falta muito agressiva, recebeu o segundo cartão amarelos, e acabou sendo expulso. Depois disso, ficou mais difícil ainda de tentar qualquer coisa no ataque.

Para acabar de vez com a esperança do Velo Clube, o Taboão da Serra chegou ao seu terceiro gol. Aos 18 minutos, a bola foi lançada na área, e Davi, que havia acabado de entrar, chegou para completar de carrinho para as redes. Com o passar do tempo, o Taboão começou a administrar a vantagem, e aos 40 minutos, Terrão recebeu dentro da área, e tocou na saída do goleiro, fazendo o quarto e garantindo o título.

Ficha Técnica

Velo Clube 0 x 4 Taboão da Serra

Local: Estádio Barão de Serra Negra, em Piracicaba
Árbitro: Raphael Claus
Assistentes: João Bourgalber Nobre Chaves e Maria Nubia Ferreira Leite
Cartões amarelos: Lucas, Caiam, Tom, Éder, Remerson (Velo Clube); Brumatti, Bina, Willian e Alemão (Taboão da Serra)
Cartões vermelhos: Lucas e Caiam (Velo Clube)
Gols: Leandrinho aos 4'/1T, Willian, de pênalto, aos 46'/1T, Davi aos 18'/2T e Terrão aos 40'/2T (Taboão da Serra)

Velo Clube
Remerson; Ruan (Danilo), Fabão, Éder e Lucas; Caiam, Paulinho (Éder Paulinho), Rafinha (Cafu) e Reginaldo; Tiago Furtuoso e Tom.
Técnico: João Vallim

Taboão da Serra
Matheus; Claudio (Wellington), Brumatti, Sassa e Willian; Thiago, Edinho, Alemão e Terrão; Bina (Davi) e Leandrinho (Sandro).
Técnico: Índio

 
 
" />