Paulista A3: Jogador envolvido em caso de manipulação é liberado para jogar

Em novembro, o lateral foi suspendo pelo TJD por 360 dias, além de ser obrigado a pagar uma multa de R$ 2.500

por Agência Futebol Interior

Jundiaí, SP, 21 (AFI) - Após ter seu nome envolvido em um escândalo de manipulação de resultados na Série A3 do Campeonato Paulista de 2020, o lateral Samuel Sampaio, investigado por um pênalti cometido em uma derrota do Paulista contra o Olimpia, conseguiu um efeito suspensivo e pode voltar a jogar.

ENTENDA

Após supostamente ter participado de um esquema de resultados que envolveu Paulista, Olímpia e Barretos, além de oito atletas, em novembro, o lateral foi suspendo pelo TJD por 360 dias, além de ser obrigado a pagar uma multa de R$ 2.500.

Foto: Gustavo Amorim / Paulista FC
Foto: Gustavo Amorim / Paulista FC
"É um caso muito atípico, pois não há materialidade. O Samuel está sendo acusado de ter manipulado o resultado da partida em virtude de ter cometido um pênalti. A Procuradoria utilizou como fundamento um relatório elaborado pela empresa SportRadar (parceria da FPF). Ou seja, não há qualquer presunção de veracidade de que o atleta tenha participado da suposta manipulação", afirmou Neimar Quesada, advogado de Samuel.

RELEMBRE

Após uma estranha movimentação nas bolsas de apostas dos jogos entre Barretos x Linense e Paulista x Olímpia, ambos válidos pela 12ª rodada da Série A3 do Campeonato Paulista de 2020, a Drade (Delegacia de Repressão aos Delitos de Intolerância Esportiva) começou a investigar uma suspeita de manipulação de resultados.

Ao todo, oito jogadores, sendo cinco do Barretos, dois do Olímpia e um do Paulista, além dos três clubes, foram suspensos de forma preventiva de qualquer competição estadual.