Segundona: Mesmo com força máxima e em vantagem, técnico pede 'calma' ao Paulista

Para o duelo deste sábado contra o Assisense, o técnico Edson Fyu deve mandar a campo a mesma escalação que começou o jogo de ida

por Agência Futebol Interior

Jundiaí, SP, 04 (AFI) - Com praticamente um pé nas semifinais do Campeonato Paulista da Segunda Divisão graças a vantagem adquirida no jogo de ida das quartas de final ao vencer o Assisense pelo placar de 2 a 0, o Paulista volta a campo neste sábado (05) para tentar sacramentar sua passagem a sequência do mata-mata do estadual. Em casa, no Estádio Jaime Cintra, o Galo recebe o time de Assis, às 16h, podendo perder por até dois gols de diferença - já que tem a vantagem de jogar por dois resultados iguais.

Mesmo com força máxima e em vantagem, técnico pede 'calma' ao Paulista (Foto: Gustavo Amorim)
Mesmo com força máxima e em vantagem, técnico pede 'calma' ao Paulista (Foto: Gustavo Amorim)
Para o duelo, o técnico Edson Fyu não tem desfalques por suspensão ou lesão e nem tem retornos de jogadores. Por conta disso, deve manter a mesma escalação que começou o jogo de ida. Apesar de jogar ao lado da sua torcida, com força máxima e uma bela vantagem, o comandante pregou pela cautela e avisou que ainda há muito jogo pela frente e não tem nada ganho.

“Temos mais 90 minutos em aberto e vamos jogar como se não tivéssemos nenhuma vantagem. Chegamos até aqui jogando assim. Então vamos manter nossa postura”, afirmou o treinador do Galo.

Até por conta disso, o Paulista deve começar a partida deste sábado com a seguinte formação: Matheus Lopes, Victor Emerson, Joaquim, João Paulo e Yan; Gabriel Terra, Demarchi, Nenê, Matheus Morais e Jeferson; Edinan.