PARANAENSE: Coxa repete feito de 1974 e é tetracampeão estadual

Alex foi o nome do jogo, fazendo dois gols, nesta tarde

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 12 (AFI) - O Coritiba é tetracampeão Paranaense. Na tarde deste domingo, no Estádio Couto Pereira bateu o Atlético-PR sub-23 por 3 a 1, na grande decisão estadual e repetiu o feito do time de Dirceu Kruger, de 1974, conquistando os quatro títulos seguidos. Mais uma vez, o nome do jogo foi o meia Alex, que marcou os dois gols do Coxa, de virada.

A conquista foi até com sobra, já que o Coritiba, por ter a melhor campanha na somatória das duas fases, jogava por dois resultados iguais. No jogo de ida, no último domingo, houve empate por 2 a 2. A festa no Couto Pereira foi muito grande, com os torcedores fazendo uma linda festa.

Alex é o nome dele!
O Atlético começou o jogo mais solto e logo aos cinco minutos conseguiu abriu o placar. Hernani bateu de fora da área e o goleiro Vanderlei não foi bem para bola e aceitou o chute, falhando no lance. Com o gol, o Coritiba precisava do empate para conquistar o título, caso o placar fosse mantido, o caneco seria do sub-23 do Atlético-PR.

Mas, com o Couto Pereira pulsando, o Coritiba era todo ataque e aos 29 minutos, empatou o jogo. Alex recuperou a bola no campo de ataque e rolou para Deivid, que fez o pivô e ajeitou para o meia novamente. Rasteiro, ele bateu colocado, sem chances para Santos, vendido na jogada.

O Coxa pressionou e no final do primeiro tempo virou o jogo. Mais uma vez, com ele, Alex. Victor Ferraz fez boa jogada e rolou para o meia, que desviou e Santos fez a primeira defesa. No rebote, ele mesmo correu para bola e tocou para o fundo das redes.

Só deu Coxa!
Mesmo com a vantagem no placar, o Coritiba sobrou no segundo tempo, criando as melhores chances e colocando muito o goleiro Santos para trabalhar. Aos 17 minutos, após cruzamento, a bola sobrou para Alex, que soltou a bomba no travessão de Santos.

Aos 33 minutos, num lance parecido, a bola sobrou para Alex na marca do pênalti. Livre, ele dominou e bateu por cima do gol, perdendo uma chance incrível. No final, ainda teve tempo para Zezinho ser expulso e o Coxa fazer o terceiro, com Geraldo, num chute fraco, da entrada da área.

Ficha Técnica

Fase
Final
Rodada
2ª rodada
Data
12/05/2013
Horário
16h00
Local
Estádio Couto Pereira, em - Curitiba (PR) (PR)
Árbitro
Adriano Milczvski

Renda
R$ 614.442,00
Assistentes
Bruno Boschilla e Ivan Carlos Bohn

Público
24.872 (27.408 total)
Coritiba
Vanderlei;
Victor Ferraz, Leandro Almeida, Chico e Escudero;
Junior Urso, Gil, Robinho (Geraldo) e Alex;
Rafinha (Lincoln) e Deivid
Técnico: Marquinhos Santos
Athletico
Santos;
Rafael Zuchi, Erwin (Elivelton), Bruno Costa e Héracles;
Renan Foguinho, Hernani e Zezinho;
Edigar Junio, Douglas Coutinho e Crislan (Bruno Pelisari)
Técnico: Arthur Bernardes