Em crise, time da Série C demite funcionários e prevê reajuste de 50%

O Paraná informou também que não tem mais condições de pagar dívidas e que irá negociá-las

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 01 (AFI) - A crise financeira, elevada pela pandemia da Covid-19, chegou de vez no Paraná. O clube anunciou a demissão de muitos dos seus funcionários e paralisou o pagamento de dívidas com credores. Segundo a nota divulgada pela diretoria, o clube precisará ter uma redução de gastos na casa dos 50%.

Sofrendo turbulência interna, o Paraná tenta reagir também em meio ao rebaixamento do clube à Série C do Campeonato Brasileiro, outro motivo que fez com que suas cotas caíssem drasticamente.

Paraná está em crise financeira grave
Paraná está em crise financeira grave
Confira a nota oficial do clube:

A contínua escalada da pandemia no Brasil vem causando uma dolorosa perda de vidas humanas. A crise econômica também vem afetando vários setores da economia brasileira e em especial o setor de serviços e entretenimento.

O Paraná Clube também tem sentidos nas estruturas abaladas, por ambas as situações citadas acima. Mas falando especificamente da parte econômica, vários itens que criam dificuldades ao atual funcionamento do clube, precisam ser expostos:

• Aumento de custos pela aplicação de testes e ações preventivas da Covid-19.
• Perda de receitas, pela queda de anunciantes.
• Queda de receita de sócios torcedores, que não podem ir ao estádio.
• Queda dos patrocínios de transmissão de jogos, causados pela conjuntura e por nossos infelizes resultados nas últimas competições.

Todos estes fatores conduziram o nosso fluxo de caixa a uma situação, que nos obriga a tomar medidas de adequação. Por isso, estamos promovendo uma grande readequação nas estruturas no clube, que afetará a todos os departamentos, no sentido único de uma redução de despesas na ordem de 50 %, comparados aos gastos de 2020.

Infelizmente estamos dispensando colaboradores profissionais, com os quais estamos buscando a melhor solução para suas saídas. Estamos também suspendendo todo e qualquer pagamento a fornecedores, parceiros e outros credores a fim de organizar e renegociar prazos e valores com equidade, transparência e honestidade de propósito.

Para este fim criamos o endereço [email protected] pelo qual solicitamos aos nossos fornecedores, parceiros e outros credores para agendamento das negociações até o dia 10/04/2021. Salientamos que não haverá negociações de nossa parte, com quem não esteja na central de débitos.

Com estes atos, temos a convicção de estar iniciando a jornada de reconduzir o Paraná Clube à sua posição de importância, na elite no futebol brasileiro.