Paraná pode ter rebaixamento decretado ainda nesta segunda-feira

Para Dado Cavalcanti, treinador da equipe, o Tricolor já está rebaixado “tecnicamente”: "Na matemática, é uma questão de tempo."

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 05 (AFI) - O rebaixamento do Paraná para a Série B do Campeonato Brasileiro pode ser confirmado ainda nesta segunda-feira, caso o Sport vença o Ceará, às 20h, no encerramento da 32ª rodada do Brasileirão.

Após empate por 1 a 1 com o Vitória, no domingo, o clube permaneceu isolado na lanterna da competição, com 18 pontos, 16 abaixo do time baiano, primeira equipe fora do Z4 neste momento.

JOGO DECISIVO
Somente uma vitória do Sport sobre o Ceará poderia rebaixar matematicamente o Paraná ainda nesta rodada. Com o triunfo, o time pernambucano vai para 36 pontos com um total de 10 vitórias, e subiria para 16°, primeira posição fora do Z4.

Desse modo, mesmo vencendo o restante das partidas na competição, o Paraná não alcançaria o Sport, pois ficaria com o mesmo número de pontos, só que com uma vitória a menos.

NÃO CAIU POR POUCO
A Chapecoense era outra ameaça para o Tricolor, que em caso de vitória sobre o Bahia, também no domingo, matematicamente rebaixaria o Paraná. Porém, o Tricolor Baiano fez a lição de casa, venceu a Chape por 1 a 0, e adiou o rebaixamento do clube Paranista.

Após empate por 1 a 1 com o Vitória, no domingo, o clube permaneceu isolado na lanterna da competição (Foto: Geraldo Bubniak)
Após empate por 1 a 1 com o Vitória, no domingo, o clube permaneceu isolado na lanterna da competição (Foto: Geraldo Bubniak)

Para Dado Cavalcanti, treinador da equipe, o Tricolor já está rebaixado “tecnicamente”. “Eu vou ser muito sincero: tecnicamente, o Paraná está rebaixado. Na matemática, é uma questão de tempo. Vamos assimilar essa ideia. A condição técnica é desfavorável desde o começo do campeonato, não é de agora. Vai acontecer. Seja agora, amanhã ou depois.”

JOGADORES MAIS À VONTADE
O técnico completou dizendo que a ideia é minimizar os erros da equipe. “A conversa é a mesma. Essa circunstância [de risco de rebaixamento] sabemos que não vai influenciar diretamente no jogo. A ideia é fazer com que os jogadores se sintam mais à vontade em campo. A ideia é minimizar erros, fazer um jogo mais equilibrado e excluir números, que não são favoráveis ao nosso momento.”

 
 
" />