Dirigente do Paraná minimiza situação após queda: “não é terra arrasada”

Apesar de lamentar a queda, Marcos Oliveira afirmou que o time está forte para a sequência de um projeto

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 08 (AFI) - Ídolo e gerente de futebol do Paraná, Marcos Oliveira minimizou o rebaixamento, já matemático, na Série A do Brasileirão. Apesar de lamentar a queda, o dirigente afirmou que o time está forte para a sequência de um projeto.

“O principal objetivo de estar aqui é dizer que não é terra arrasada. Eu sei que hoje estamos todos tristes, não só hoje, mas desde o início do ano. Foi um ano difícil para todos nós. Venho para dizer que o Paraná está forte. Estamos trabalhando para dar muitas alegrias ao nosso torcedor”, afirmou Marcos Oliveira.

A seca de vitórias do clube, que já dura 18 partidas, incomoda e é inédita na carreira do dirigente

“Não é fácil, é uma situação nova para mim, nunca passei por uma situação assim na minha carreira, de passar tanto tempo sem vencer. É uma coisa que nos incomoda. Ninguém está aqui de palhaçada. O momento agora é de assumir e pensar na frente. Eu imagino a cabeça do torcedor: “Caiu e vai ficar mais 10 anos”. Eu tenho convicção, isso não vai acontecer”, disse.

Agora, o gerente de futebol já afirmou que o time está focado no estadual. “Todas as competições que entrarmos, temos que entrar forte. O primeiro passo é formar a equipe para iniciar o Paranaense muito bem, em seguida a Copa do Brasil. Acredito que as coisas possam acontecer. Eu vou trabalhar para isso. O Paraná tem muitos anos que não vence o estadual, acredito que é importante para nós e para o torcedor”,afirma.

Após acertar com o técnico Dado Cavalcanti, agora o time começará a planejar suas contratações. O dirigente também falou sobre isso.

“A gente tem feito várias reuniões, não quer se precipitar e trazer alguém agora, para que as coisas aconteçam da melhor maneira possível. Acredito que estamos no caminho certo para que no próximo ano a gente atinja os objetivos que o clube almeja”, disse.

 
 
" />