Paraná leva para o Maracanã o sonho de fugir da zona do rebaixamento

Apesar da má fase, Micale não se intimida em mudar os esquemas táticos a cada jogo

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 08 (AFI) – O clima de confiança parece ter contaminado o Paraná após as duas vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro. Depois de bater em casa o Fluminense por 2 a 1 e o Bahia por 1 a 0, o time paranaense conseguiu respirar na competição, mas ainda não saiu da zona de rebaixamento, com nove pontos. Só que espera pontuar, neste domingo, quando vai enfrentar o líder Flamengo, com o Maracanã lotado.

Nada, porém, parece tirar a tranquilidade do técnico Rogério Micale, que continua apregoando o crescimento técnico de seu time. “Chega em um momento que a equipe começa a ganhar e você vai ter que colocar 11 jogadores ali em campo. Por isso que o nível de competitividade interno precisa também estar bem. É o que estamos tentando criar, esse perfil de quem entrar dar essa dor de cabeça positiva. Uma hora vou ter que optar por este ou aquele jogador”, comentou Micale.

Paraná leva para o Maracanã o sonho de fugir da zona do rebaixamento
Paraná leva para o Maracanã o sonho de fugir da zona do rebaixamento
Contra o Bahia o volante Leandro Vilela recebeu o terceiro cartão amarelo e vai cumprir a suspensão automática. Só que, por outro lado, Torito González voltou a ficar à disposição e está escalado, tornando ‘fácil’ a decisão do treinador. Esta, a rigor, deve ser a única mudança do time no Rio de Janeiro, pela 11.ª rodada.

Micale não se intimida em mudar os esquemas táticos a cada jogo. Tem usado mais o 4-2-3-1, porém, já fez variações com o 4-1-4-1 e o 5-4-1. Ele também tem se mostrado satisfeito com as poucas opções que tem tido para escalar o time. No ataque, por exemplo, ele ‘ganhou’ Silvinho, que entrou durante o jogo no lugar de Carlos Eduardo e fez o gol da vitória sobre o Bahia, além de Carlos, que às vezes é utilizado. Na defesa, o experiente Cléber Reis voltou a treinar após se recuperar de lesão e deve ser opção no banco de reservas.

PROVÁVEL ESCALAÇÃO DO PARANÁ
Thiago Rodrigues; Junior, Jesiel, Rayan e Igor; Torito González, Jhonny Lucas, Caio Henrique e Carlos Eduardo; Léo Itaperuna e Thiago Santos. Técnico: Rogério Micale.

 
 
" />