PARAENSE: Paysandu volta a gritar "é campeão" depois de três anos

O Papão ganhou mais uma vez do Remo neste domingo, na segunda partida da final

por Agência Futebol Interior

Belém, PA, 06 (AFI) - O Paysandu voltou a gritar "é campeão" neste domingo depois de três anos. Nesta tarde, o Papão ganhou do Remo, por 1 a 0, no Mangueirão, e conquistou o Campeonato Paraense.

Na partida de ida, realizada na semana passada, o Paysandu já havia vencido o Remo, por 2 a 1, e por isso tinha a vantagem do empate neste domingo. Mas isso não foi necessário.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS

Paysandu levou a melhor sobre o Remo (Foto: Jorge Luiz/Paysandu)
Paysandu levou a melhor sobre o Remo (Foto: Jorge Luiz/Paysandu)

Esse foi o 48º título bicolor, que não conquistava o Campeonato Paraense há três anos.

O Remo, inclusive, foi quem levou os últimos dois estaduais. Já foi campeão no Pará 45 vezes.

O JOGO!
O primeiro tempo foi bastante movimentado no Mangueirão, com os dois times criando chances de gols. O Remo, inclusive, acertou a trave com Tcharlles.

REMO TEM BAIXA
Antes do intervalo, Fredson recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Com um homem a mais, o Paysandu controlou o segundo tempo. O Remo partiu com tudo em busca da vitória que levaria a decisão para os pênaltis, mas acabou sofrendo o gol já nos acréscimos. Anderson Uchôa bateu sem chances para Vinícius.

HELIO DOS ANJOS CRITICA FEDERAÇÃO

Ficha Técnica

Remo

Remo
0 x 1
Paysandu

Paysandu

Fase
Final
Rodada
2ª rodada
Data
06/09/2020
Horário
17h00
Local
Mangueirão - Belém (PA)
Árbitro
Wilton Pereira Sampaio (GO)

Assistentes
Guilherme Dias Camilo (MG) e Bruno Raphael Pires (GO)

Cartões Amarelos
Remo: Marlon, Fredson
Paysandu: Perema, Micael, Anderson Uchoa, Uilliam

Cartões Vermelhos
Remo: Fredson
Paysandu: Luiz Felipe
Gols
Paysandu: Anderson Uchoa 50' 2T
Remo
Vinícius;
Everton Castro (Carlos Alberto), Fredson, Rafael Jansen e Marlon;
Charles, Lucas Siqueira e Djalma (Gelson);
Ermel (Hélio Borges), Zé Carlos (Mimica) e Tcharlles.
Técnico: Mazola Júnior
Paysandu
Gabriel Leite;
Tony, Micael (Wesley Matos), Perema e Bruno Collaço (Diego Matos);
Anderson Uchoa, PH (Serginho) e Alan Calbergue (Luiz Felipe);
Vinícius Leite, Nicolas e Mateus Anderson (Uilliam).
Técnico: Hélio dos Anjos