PARAENSE: Remo completa "quadra" contra rival e fatura o título

Leão venceu o Paysandu pela quarta vez no Paraense

por Agência Futebol Interior

Belém, PA, 08 (AFI) - O Remo carregava um peso de dois anos sem título e uma vantagem enorme construída no primeiro jogo. Mesmo assim, o Leão mostrou porque é um dos times mais tradicionais do Brasil e conseguiu segurar o maior rival, derrotou o Paysandu, novamente, desta por 1 a 0, no Mangueirão, em Belém, completamente lotado e faturou o 39º título estadual da sua história.

O Remo havia vencido o primeiro confronto por 2 a 1 e precisam de um simples empate. Os azulinos, no entanto, foram melhores durante o jogo e foram campeões vencendo. O Leão termina o Paraense de 2018 com quatro vitórias sobre o maior rival e um título conquistado de forma indiscutível.

As duas equipes agora focam nas disputadas das divisões do Campeonato Brasileiro. O Paysandu estreia contra a Ponte Preta, no próximo sábado, às 21 horas, no Moisés Lucarelli, em Campinas. Já o Remo tem um pouco de tempo a mais para comemorar. Isto porque estreia na Série C apenas no dia 16 contra o Atlético Acreano.

Um dos destaques também estará fora do campo. Givanildo de Oliveira, lendário treinador, faturou seu 17º título estadual: são sete paraenses, cinco pernambucanos, dois alagoanos, um mineiro, um baiano e um cearense.

O JOGO
Durante a semana, Walter havia prometido deixar sua marca e entrou em campo com vontade. Na finalização do centroavante, o Paysandu criou a primeira chance de gol, assustando Vinícius, logo aos dois minutos. Apesar do bom começo, o Remo conseguiu segurar o ímpeto do adversário e numa boa escapada, em contra-ataque, abriu o placar aos 25 minutos.

Após lançamento, Felipe Marques arrancou em velocidade e acabou antecipado por Marcão. A arbitragem viu falta e marcou pênalti. Na cobrança, Isac não deu chances para o goleiro do Papão e marcou. O gol mexeu com o Paysandu, que passou a errar passes e foi para o intervalo em apuros.

Dado Cavalcanti, treinador do Paysandu, mexeu no time, colocando Danilo Pires e Moisés. As mudanças alteraram a forma da equipe jogar, pois logp no início Walter perdeu uma boa oportunidade em chute cruzado. O jogo ficou bem mais aberto na segunda etapa e o Leão contou com boa atuação do goleiro Vinícius.

Ele fez pelo menos duas grandes intervenções em finalizações de Moisés e garantiu o título para o Remo. Nos contra-ataques, o Remo também teve oportunidade de marcar, mas o 1 a 0 ficou de bom trabalho e o título acabou do lado remista.

Ficha Técnica

Remo

Remo
1 x 0
Paysandu

Paysandu

Fase
Final
Rodada
2ª rodada
Data
08/04/2018
Horário
16h00
Local
Mangueirão - Belém (PA)
Árbitro
Anderson Daronco

Renda
R$ 1.092.010,00
Assistentes
Alessandro Álvaro de Matos e Guilherme Dias Camilo

Público
25.879 pagantes (28.879 total)
Cartões Amarelos
Remo: Esquerdinha, Adenilson
Paysandu: Mateus Muller, Nando Carandina, Matheus Silva

Gols
Remo: Isac 26' 1T
Remo
Vinícius;
Levy, Mimíca, Bruno Maia e Esquerdinha;
Dudu, Felipe Recife (Fernandes) e Adenílson;
Isac, Felipe Marques e Eliélton (Jayme)
Técnico: Givanildo Oliveira
Paysandu
Marcão;
Matheus Silva (Moisés), Edimar, Diego Ivo e Mateus Muller;
Willyam (Danilo Pires), Nando Carandina e Pedro Carmona;
Walter, Mike (Peu) e Cassiano
Técnico: Dado Cavalcanti
 
 
" />