Ramires explica saída do Palmeiras e alega 'motivações pessoais'

O jogador não entrou em detalhes, mas fez questão de descartar qualquer polêmica com a diretoria e o técnico Abel Ferreira

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 28 (AFI) – Após ter contrato rescindido com o Palmeiras, o volante Ramires se explicou nas redes sociais e alegou ‘motivações pessoais’ para deixar o clube. O jogador tentou deixar claro que não há qualquer polêmica com a diretoria ou o técnico Abel Ferreira.

“Como a maior de vocês já deve saber, decidimos, eu e a direção do Palmeiras, que seria bom para ambas as partes a finalização do meu vínculo com o clube, o que aconteceu da forma mais amigável e tranquila possível”, explicou.

TÉCNICO SE DIZ FRUSTRADO COM DISPENSA DE RAMIRES

“Minhas motivações são pessoais e relacionadas com situações que prefiro não expor nesse momento. Estou aqui apenas para agradecer ao Palmeiras, a toda direção, pela maneira profissional e correta que me tratou, e aos meus companheiros, pela amizade, carinho e respeito”, postou o jogador.

GRATO AO TÉCNICO

Ramires ainda agradeceu o técnico Abel Ferreira, que vinha elogiando seu futebol nas últimas semanas. O treinador chegou a afirmar que Ramires era um ‘patinho feio que se tornaria um cisne”.

“Não poderia deixar de expor nesse momento a minha gratidão especial ao treinador Abel Ferreira por tudo que ele fez por mim no breve período em que estivemos juntos.

Obrigado por me possibilitar mostrar que com sequência e confiança eu posso acrescentar onde quer que eu jogue no futuro. Estarei na torcida para que tudo dê certo para o clube nesse restante de temporada”, concluiu.