Ex-técnico da Seleção faz mea culpa com Capetinha e crava que será campeão paulista

Edílson foi cortado após fazer embaixadinhas na final em que o Corinthians

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 11 (AFI) - O técnico Vanderlei Luxemburgo, hoje no Palmeiras, mostrou-se arrependido por ter cortado o então atacante Edílson Capetinha da Seleção Brasileira que disputou a Copa América de 1999.

Hoje comentarista dos Donos da Bola, programa diário da TV Bandeirantes, Edílson foi cortado após fazer embaixadinhas na final em que o Corinthians, então time do atacante, foi campeão paulista diante do Palmeiras.

"Edílson, a vida traz experiência para a gente. Na época que estava na seleção brasileira, que você estava convocado para a seleção brasileira, eu era jovem, como você era jovem. Eu te cortei da seleção brasileira por uma atitude que você tinha feito no seu clube", disse Luxa.

"Eu quero dizer que, hoje, eu não faria isso, porque a indisciplina que você cometeu não foi na seleção brasileira. Não tinha nada a ver uma coisa com a outra. Reconhecer isso não é demérito nenhum. Hoje, você jogaria a Copa América, só que você está velho, e eu também", completou o técnico a Edílson.

Confiança do treinador. (Foto: Fábio Menotti / Palmeiras)
Confiança do treinador. (Foto: Fábio Menotti / Palmeiras)
AGRADECIMENTO!

"Eu sou grato ao senhor por tudo que o senhor reclamou comigo, fez comigo na época do Palmeiras. Tudo aquilo é um como um pai dando um conselho para um filho. Independente das brigas que nós tivemos, você sempre me olhou como um filho. Isso me alivia muito, porque eu fui cortado e carreguei essa coisa. Hoje, o senhor falando isso, me alivia muito. O senhor não me deve nada", respondeu o ex-jogador.

CAMPEÃO?
Vanderlei Luxemburgo ainda afirmou que o Palmeiras será campeão paulista. O Verdão está na seca desde 2008, justamente quando Luxa era treinador do clube.

"Posso, não. Vou ganhar. Esse negócio de pode não existe no futebol, tem que entrar para ganhar. O adversário, a gente respeita, mas tem que entrar para ganhar", finalizou o treinador.

O Paulistão foi paralisado em meados de março faltando duas rodadas para o término da primeira fase. O Palmeiras está de férias desde abril.