Palmeiras encara Ponte Preta para recuperar pontos antes de volta para casa

O Verdão volta a jogar em seu estádio na próxima rodada, agora com o novo gramado sintético

por Agência Estado

Campinas, SP, 08 (AFI) - A ansiedade para voltar em breve ao próprio estádio e a necessidade de recuperar os pontos perdidos na última derrota reforçam a importância do jogo do Palmeiras neste sábado, às 19h30, contra a Ponte Preta, pelo Campeonato Paulista. A partida no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, é a última da equipe antes da volta ao Allianz Parque, que passou nas últimas semanas por uma troca no gramado.

A equipe trabalhou durante a semana sob a cobrança de melhorar a atuação irregular do último domingo, quando teve o primeiro resultado negativo do ano e perdeu para o Red Bull Bragantino por 2 a 1. O time está na terceira posição do Grupo B do Estadual, um ponto atrás de Novorizontino e com dois a menos do que o Santo André. Por isso, o time tem a necessidade de reagir.

"A gente sempre precisa de bons resultados, ainda mais no Paulista, que é o campeonato estadual mais difícil do Brasil. A gente tem de entrar concentrado nesse jogo e buscar ponto. Temos de pontuar. Não estamos neste momento na zona de classificação", comentou o zagueiro Vitor Hugo. O defensor voltou aos treinos nos últimos dias após passar por uma cirurgia na virilha, mas ficará no banco de reservas.

O técnico Vanderlei Luxemburgo indicou nos treinos a chance de fazer duas mexidas no time. Em comparação ao último jogo, devem deixar o time o volante Gabriel Menino e o atacante Wesley. Os dois garotos devem dar lugar na formação para Zé Rafael e Willian.

No elenco há a expectativa, para depois do jogo com a Ponte Preta, voltar a atuar dentro de casa. A obra no Allianz Parque para a instalação do gramado sintético levou o time a mandar as partidas contra São Paulo e Oeste em outros estádios. Pelo menos a espera está no fim e já na próxima quarta-feira o time vai realizar o primeiro treinamento no novo piso.

Luxemburgo quer realizar ao menos três treinos na arena na próxima semana, o último deles com a presença da torcida. A preocupação dele é fazer a equipe se ambientar rapidamente ao novo piso. Tanto contra Mirassol, no dia 16, como diante do Guarani, dia 20, o Palmeiras terá a oportunidade de atuar no campo sintético pelas primeiras vezes.

MUDANÇAS NA PONTE
O técnico Gilson Kleina deverá fazer mudanças na Ponte Preta. O clube vem de derrota para a Inter de Limeira por 2 a 1. O treinador deverá deslocar o experiente Apodi para a lateral direita e deixar Matheus Alexandre no banco de reservas. Do outro lado, Guilherme Lazaroni, recuperado de lesão, deverá voltar para a esquerda. Yuri iria para o banco. A ideia é ter três volantes - Dawhan, Bruno Reis e Danrley - e laterais livres para atacar a segunda melhor defesa do Paulistão.

"Até trabalhei com essa situação e a entrada do terceiro volante. É ver como fica o equilíbrio do time. Nossos volantes têm muito mais características defensivas. Camilo fazia essa transição e tinha condição de juntar com o meia, mas é uma possibilidade", confessou o treinador, em entrevista coletiva.

"Para jogar, você tem um pouco mais de dificuldade até pelas características. Se fizer isso, é claro que o esquema vai dar liberdade a outros jogadores. Tem que ser este é o equilíbrio. Fiz essa situação e conversamos com alguns jogadores que não tiveram o desempenho que entendíamos ser satisfatório, no mínimo", emendou.

Além das mudanças em campo, Gilson Kleina aposta na força da torcida para se manter a Ponte na zona de classificação do Grupo A. O clube campineiro ocupa a vice-liderança com seis pontos, um a menos do que o Santos.

"É a grandeza da nossa torcida, a energia e tudo aquilo que acontece. Primeiro, é resgatar aquele DNA nosso que fizemos contra Botafogo-SP e Corinthians. Nossos jogadores precisam estar tranquilos e confiantes. Quando você tem acúmulo de jogos, não consegue bater nível de desempenho, né!. Quero dizer ao torcedor que vamos muito motivados", encerrou.

Mercado da Bola
Palmeiras-SP
Elenco ainda não definido
  • Goleiros

    Weverton e Jailson

  • Laterais

    Marcos Rocha, Mayke, Diogo Barbosa e Victor Luis

  • Zagueiros

    Antônio Carlos, Gustavo Gómez, Luan, Vitor Hugo, Pedrão

  • Volantes

    Felipe Melo, Bruno Henrique, Matheus Fernandes, Jean e Ramires

  • Meias

    Gustavo Scarpa, Lucas Lima, Raphael Veiga e Zé Rafael

  • Atacantes

    Artur, Dudu, Deyverson, Carlos Eduardo, Gabriel Veron, Iván Angulo, Luiz Adriano e Willian

  • Técnico

    Vanderlei Luxemburgo