Gabriel Veron e Edu Dracena comemoram momentos opostos em goleada do Palmeiras

Garoto marcou seus dois primeiros gols no profissional e zagueiro vai pendurar as chuteiras

por Agência Estado

São Paulo, SP, 05 (AFI) - A noite desta quinta-feira no estádio Brinco de Ouro da Princesa ficará marcada na memória de dois jogadores do Palmeiras. Gabriel Veron nunca mais esquecerá de quando marcou os seus primeiros dois gols no profissional e o zagueiro Edu Dracena guardará o dia em que se despediu dos gramados justamente onde começou a carreira, em Campinas.

"Vou lembrar como um dos dias mais felizes da minha vida, pelo fato de ter feito meu primeiro gol como profissional, com 17 anos. Agora é continuar trabalhando e deixar as coisas acontecerem naturalmente", disse Gabriel Veron após o apito final.

Edu Dracena destacou também a grande atuação do garoto. "Ele já mostrou todo o talento na base do Palmeiras, campeão mundial não é para qualquer um. Que ele possa dar sequência na carreira dele. Pelo talento, pelo trabalho que ele vem realizando, que ele possa dar muitos frutos. Comecei aqui com o Gabriel Jesus, agora tem o Gabriel Veron. Fico muito feliz, muito orgulhoso. Parabéns! É um moleque que se dedica, humilde, com certeza vamos ouvir falar muito dele", disse.

Adeus de Edu Dracena. (Foto: Cesar Greco / Palmeiras)
Adeus de Edu Dracena. (Foto: Cesar Greco / Palmeiras)
AMOR!
Um pouco antes, Edu Dracena teve o nome gritado pelos torcedores e foi homenageado pelos jogadores. Após o apito do árbitro, ele caminhou em direção ao meio do campo e beijou o gramado. "Passaram 20 anos da minha carreira dentro da cabeça durante o jogo", comentou.

"Valeu a pena todo o esforço que fiz para chegar onde cheguei. Obrigado de coração ao Palmeiras e todas as equipes. Deus é tão bom que me proporcionou encerrar minha carreira onde comecei, aqui nesse palco, com uma bela vitória, com um moleque fazendo dois gols, fora os passes. Ao presidente Paulo Nobre que me trouxe, ao Alexandre Mattos que acreditou no meu trabalho, vindo do maior rival. Ao Maurício que deu a sequência para eu continuar. De coração, torcida palmeirense, obrigado por terem me recebido de braços abertos. Esse clube vai ficar no meu coração", completou o zagueiro.

Com a goleada por 5 a 1 sobre o Goiás, o Palmeiras continua na briga pelo vice do Brasileirão. A equipe foi a 71 pontos e se igualou ao Santos, que está em segundo lugar por ter uma vitória a mais (21 a 20). O Palmeiras se despede da competição contra o desesperado Cruzeiro, neste domingo, no Mineirão.