Protestos no Palmeiras tem faixa no Allianz e 'presidente banana'

O Verdão, apesar dos investimentos, passou em branco na temporada

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 26 (AFI) - O clima esquentou neste final de ano no Palmeiras. A torcida está descontente com o desempenho do clube na temporada. O time perdeu a semifinal do Paulista para o São Paulo nos pênaltis, assim como ocorreu na Copa do Brasil frente ao Internacional.

Na Libertadores, a eliminação veio para o Grêmio, em casa. Já no Brasileirão, largou na frente, mas viu o Flamengo disparar na frente e, novamente, 'comeu poeira'.

VÁRIOS PROTESTOS
A torcida, então, começou a semana com vários protestos. A principal torcida organizada do clube colocou uma faixa no Allianz Parque na noite desta segunda-feira pedindo a saída de Alexandre Mattos e do técnico Mano Menezes.

A bronca com o treinador é pela forma retranqueira de se jogar, e não por ter certa identificação com o Corinthians, como haviam comentado.

Galiotte vem sendo muito criticado
Galiotte vem sendo muito criticado

SOBRE

CONTRATAÇÕES
Já com Alexandre Mattos, as críticas giram em cima das contratações do clube para 2020: nenhuma vingou e ficaram abaixo dos padrões da agremiação, se levar em conta o investimento feito por elas. O pedido é por uma reformulação total para a próxima temporada, com a permanência apenas de peças chaves.

Já Maurício Galiotte foi chamado de 'banana'. O mandatário, que tem mais dois anos de contrato com o Verdão, recebeu em sua empresa, em Barueri, vários cachos de banana, com sua figurinha colada nelas.

BRASILEIRÃO
Vale lembrar que o Palmeiras perdeu a vice-liderança ao ser derrotado pelo Grêmio, novamente no Allianz Parque. O Verdão soma 68 pontos, mesma pontuação do Peixe, e contra 81 do campeão Flamengo. O time volta a campo na quinta-feira, às 19h30, para encarar o Fluminense, no Maracanã.

Mercado da Bola
Contratações
Não houve contratações no período
Palmeiras-SP
Elenco ainda não definido
  • Goleiros

    Weverton, Fernando Prass e Jailson

  • Laterais

    Marcos Rocha, Mayke, Diogo Barbosa

  • Zagueiros

    Luan, Gustavo Gomez e Vitor Hugo

  • Volantes

    Felipe Melo e Bruno Henrique

  • Meias

    Gustavo Scarpa, Lucas Lima e Zé Rafael

  • Atacantes

    Dudu, Deyverson, Borja, Carlos Eduardo e Henrique Ceifador

  • Técnico

    Mano Menezes