Palmeiras volta ao Castelão após 2 meses para se recuperar de derrota traumática

A última partida em Fortaleza foi a derrota por 2 a 0 para o Ceará, que colocou fim a uma série de 33 jogos invicto

por Agência Estado

Fortaleza, CE, 22 (AFI) - Com novo técnico e em momento bem diferente, o Palmeiras retorna neste domingo, ao Castelão, em Fortaleza, após dois meses. O time esteve pela última vez no local quando perdeu por 2 a 0 para o Ceará, pelo Campeonato Brasileiro, e viu acabar a invencibilidade de 33 partidas na competição, em longa série iniciada na edição anterior do torneio. Desta vez, o adversário será o Fortaleza, às 16 horas, e o objetivo é se manter na perseguição ao líder Flamengo.

A equipe do técnico Mano Menezes acumula três vitórias seguidas na competição e vive uma fase tranquila. Com bom futebol, o Palmeiras teve ainda a semana inteira para treinar e conseguir escolher quem seria o substituto do atacante Dudu, suspenso. Zé Rafael é quem deve ganhar chance. Na defesa, o zagueiro Gustavo Gómez é dúvida e pode dar lugar a Luan.

A última visita do Palmeiras à capital cearense, em julho, teve clima bem mais tumultuado. A equipe havia acabado de ser eliminada da Copa do Brasil pelo Inter, em Porto Alegre, e presenciou um protesto na porta do hotel, com xingamentos e pipocas atiradas contra os jogadores. O momento piorou de vez na derrota para o Ceará, resultado que integrou uma longa sequência de sete partidas sem vencer.

O atual campeão regressa ao Castelão sem grandes problemas com o time, mas com uma polêmica nos dias anteriores à partida. As duas diretorias se desentenderam sobre o preço e a carga dos bilhetes destinados à torcida visitante. Apenas 3 mil palmeirenses devem comparecer ao estádio. Inicialmente o espaço estava reservado para 8 mil pessoas.

O Palmeiras inicia o segundo turno com o discurso de focar nos próprios resultados em vez de torcer por tropeços dos adversários. "Falta muito campeonato e não temos que nos preocupar com os demais times. Precisamos focar nos nossos jogos e nas nossas obrigações. O Fortaleza já demonstrou que é uma equipe muito forte, principalmente quando atua diante de sua torcida", afirmou o meio-campista Bruno Henrique.