Melhor mandante do século, Palmeiras de 2019 não perde em casa há quase 7 meses

A equipe atuou como mandante neste ano em 21 compromissos, com 16 vitórias, quatro empates e apenas uma derrota

por Agência Estado

São Paulo, SP, 24 - O Palmeiras tem um grande trunfo para na próxima terça-feira confirmar classificação para a semifinal da Copa Libertadores. O time do técnico Luiz Felipe Scolari recebe o Grêmio, no Pacaembu, com a comodidade de poder empatar, apesar de ser um mandante exemplar nesta temporada. Em 2019 o clube tem o melhor aproveitamento dentro de casa neste século, com 83% dos pontos.

A equipe atuou como mandante neste ano em 21 compromissos, com 16 vitórias, quatro empates e apenas uma derrota, registrada para o Corinthians, por 1 a 0, pelo Campeonato Paulista, no início de fevereiro.

SEQUÊNCIA

Ao todo a equipe mantém 19 partidas consecutivas dentro de seus domínios sem ser derrotada pelos adversários, performance que se for mantida, vai garantir a classificação para a próxima fase.

O Palmeiras saiu na frente no confronto ao ganhar por 1 a 0 do Grêmio, na última terça-feira, em Porto Alegre, gol marcado pelo meia Gustavo Scarpa ainda no primeiro tempo. O clube alviverde precisa só de um empate para garantir a vaga. Já se perder por 1 a 0, a definição do classificado será nos pênaltis.

"Não podemos ser hipócritas de falar que não foi um bom resultado porque foi um bom resultado, mas temos de ter cuidado", disse o jogador.

No século XXI em apenas uma temporada o Palmeiras conseguiu ter aproveitamento de pontos como mandante acima dos 80%, assim como tem sido neste ano.

Em 2013, quando disputava a Série B do Brasileiro, a equipe alviverde, então comandada pelo técnico Gilson Kleina, fechou a temporada com 81% dos pontos conquistados e somente três derrotas dentro de casa ao longo de 34 compromissos.

ABERTURA DO ESTÁDIO

Desde a abertura do Allianz Parque, no fim de 2014, o clube passou a ter aproveitamentos como mandante na casa dos 70%.

Em 2018, por exemplo, a equipe teve na temporada 73% de rendimento de pontos, ante 76% de 2017 e 71% de 2016. Já os piores números deste século foram obtidos em 2010, quando dentro de casa a equipe conquistou somente 55% dos pontos disputados.