Willian minimiza eliminação do Palmeiras: 'Temos mais duas competições ainda'

O atacante entrou no segundo tempo, mas não conseguiu evitar a derrota por 1 a 0 que levou a decisão contra o Inter para os pênaltis

por Agência Estado

Porto Alegre, RS, 18 (AFI) - Os jogadores do Palmeiras desceram rapidamente para o vestiário e evitaram dar declarações na saída do gramado após a eliminação na Copa do Brasil.

Logo após a derrota nos pênaltis, os atletas correram para consolar Moisés, que acertou a sua cobrança no travessão, houve um princípio de confusão com os jogadores do Internacional, mas logo foi apartada.

TUDO PODE ACONTECER
Willian comentou rapidamente sobre a partida e tentou minimizar a eliminação.

"No pênalti tudo pode acontecer. Se perde, perde todo mundo, tem muito campeonato pela frente, mais duas competições ainda", comentou o meia-atacante.

Ele entrou no segundo tempo na vaga de Zé Rafael, quando a partida já estava 1 a 0 para o adversário. Ainda sem ritmo de jogo, errou passes simples, como na tentativa de dar um toque de calcanhar. O vacilo acabou com um contra-ataque do Palmeiras.

POUCAS PALAVRAS

Luan e Dudu deixaram o campo sem muitas palavras. Questionados sobre as reclamações de Paolo Guerrero, que disse que, assim como no jogo de ida, a arbitragem beneficiou o Palmeiras, os dois tentaram se esquivar.


"Não estou aqui para falar das declarações do Guerrero", disse Luan. "Se ele pensa isso, que guarde pra ele", comentou Dudu.

Guerrero saiu de campo indignado pela anulação do gol do Internacional nos acréscimos da partida. Victor Cuesta mandou de cabeça para as redes.

O árbitro, inicialmente, validou o gol, que daria a classificação ao colorado no tempo regulamentar. Mas depois, com auxílio do VAR, anulou e o jogo foi para os pênaltis.

Mercado da Bola
Contratações
Não houve contratações no período
Palmeiras-SP
Elenco ainda não definido
  • Goleiros

    Weverton, Fernando Prass e Jailson

  • Laterais

    Marcos Rocha, Mayke, Diogo Barbosa

  • Zagueiros

    Luan, Gustavo Gomez e Vitor Hugo

  • Volantes

    Felipe Melo e Bruno Henrique

  • Meias

    Gustavo Scarpa, Lucas Lima e Zé Rafael

  • Atacantes

    Dudu, Deyverson, Borja, Carlos Eduardo e Henrique Ceifador

  • Técnico

    Mano Menezes