Felipão evita críticas aos jogadores do Palmeiras após queda: 'Ninguém morreu'

Técnico foi ríspido na entrevista coletiva pós-eliminação do Verdão na Copa do Brasil

por Agência Estado

Porto Alegre, RS, 18 - O técnico Luiz Felipe Scolari, como era de se esperar, demonstrou total impaciência na entrevista coletiva depois da eliminação do Palmeiras na Copa do Brasil, na noite desta quarta-feira. Ríspido em quase todas as respostas, ele admitiu que o Internacional foi melhor em campo e mereceu a vaga para as semifinais do torneio.

Ele também evitou lamentar muito a queda precoce no torneio mata-mata, após a derrota por 1 a 0 no tempo normal e por 5 a 4 nas penalidades. "Ninguém morreu. Não tem nada. Perdemos uma competição.

Outros perdem, outros ganham, alguém vai ganhar. Não tem que crucificar A ou B, temos que jogar futebol com a mesma qualidade que nós temos. Em determinados momentos, alguém pode ser superior. Vamos conversar e pronto", disse.

Para o treinador, o time alviverde vacilou especialmente no primeiro tempo, quando deixou o Internacional controlar a partida.

"Não estávamos encurtando. Não conseguimos fazer uma marcação para apertar. Não ganhamos uma dividida no primeiro tempo. Esses detalhes fizeram com que o Internacional crescesse. No segundo tempo equilibrou, foi para os pênaltis e pronto", opinou.

Time de Felipão foi eliminado. (Foto: Divulgação/Palmeiras)
Time de Felipão foi eliminado. (Foto: Divulgação/Palmeiras)
Ao ser questionado sobre os motivos da classificação do Inter, se mostrou irritado. "Porque jogou melhor, teve mais qualidade. Quem vai te responder vai ser o Odair (Hellmann). Posso te responder sobre a minha equipe, que teve menos qualidade que o Internacional. Aí eu converso com a minha equipe para ver os erros que aconteceram, para não cometer em outros jogos."

O Palmeiras volta a campo no sábado, quando visitará o Ceará pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time alviverde lidera a competição com 26 pontos, três a mais do que o Santos, o segundo colocado. Para a partida, Felipão ainda não informou se poupará titulares.