Palmeiras enfrenta o Atlético-MG em BH na luta pela ponta e em busca de recorde

O duelo coloca frente à frente os dois primeiros colocados do Campeonato Brasileiro

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 12 (AFI) - Logo na quarta rodada, o Campeonato Brasileiro já terá o primeiro confronto direto pela liderança. O atual campeão, Palmeiras, entra em campo neste domingo, às 16 horas, no Mineirão, contra o Atlético-MG, com a possibilidade não só de assumir a primeira posição como de bater um recorde para o clube.

A partida não terá transmissão pela televisão. Como o Palmeiras não fechou contrato com o Grupo Globo para TV aberta e pay-per-view, além de ter para TV fechada um parceiro diferente do que o assinado pelo Atlético-MG, o jogo que vale a liderança do Brasileiro só poderá ser acompanhado por rádio ou internet.

A diferença entre os dois times na tabela é de somente dois pontos. O Palmeiras vê a chance de assumir bem cedo a ponta da tabela, algo que só conseguiu ano passado ao fim da 26.ª rodada. A equipe vive um momento positivo, ao ter conquistado na última semana a melhor campanha geral da fase de grupos da Copa Libertadores.

"O Brasileiro é um campeonato longo, mas cada jogo vai se decidir como uma final. Temos que procurar somar pontos para, lá na frente, não sentir falta. Todo jogo temos que encarar como uma final", comentou o meia Raphael Veiga.

O time do técnico Luiz Felipe Scolari sofreu uma derrota no Campeonato Brasileiro pela última vez em julho do ano passado, quando perdeu para o Fluminense, no Maracanã. Desde então, o Palmeiras acumula 26 partidas seguidas sem perder, mesmo número alcançado pela chamada segunda Academia de Futebol entre 1972 e 1973.

Se mantiver a invencibilidade, o Palmeiras vai atingir 27 jogos sem perder no Brasileiro, superar o próprio recorde e se isolar na terceira posição na lista das maiores sequências invictas na competição.

A maior série pertence ao Santa Cruz, com 42 partidas sem perder entre 1977 e 1978. Em segundo lugar está o Botafogo, que nos mesmos anos permaneceu 35 partidas seguidas invicto.

A possibilidade de entrar para a história motiva o elenco atual. "Não que isso seja o principal, não é por isso que a gente vai. A gente precisa dos três pontos. Mas, se conseguir essa vitória, a gente consegue entrar para a história do clube como um time vencedor", disse Veiga.

As novidades do Palmeiras para a partida devem ser os retornos do meia Bruno Henrique e do atacante Deyverson. Os dois não foram utilizados contra o San Lorenzo, pois estavam pendurados com dois cartões amarelos na Copa Libertadores. Para não correr o risco de ter os dois jogadores suspensos para o mata-mata, Felipão decidiu poupar a dupla.