Felipe Melo justifica lance polêmico e diz que derrubou jogador com genitália

Volante palmeirense deu um carrinho por trás em Arias, mas levou só o cartão amarelo

por Agência Estado

São Paulo, SP, 13 - O volante Felipe Melo poderia ter comprometido a vitória do Palmeiras sobre o Melgar no Allianz Parque, terça-feira, pela Copa Libertadores, por causa de um lance ainda no primeiro tempo. O jogador deu um carrinho por trás em Arias, mas levou só o cartão amarelo.

Não seria exagero se levasse o vermelho. Após a partida, ele tentou explicar o que havia acontecido, mas acabou se complicando. "O arbitro viu que não dei uma tesoura nele. Não pego com a sola do pé nas costas dele, minhas genitais (sic) encostam e derrubam ele", comentou.

Tirando esse lance, Felipe Melo teve uma boa atuação na vitória por 3 a 0 sobre o time peruano. Foi dele, de cabeça, o gol que abriu o caminho para a vitória - Ricardo Goulart e Deyverson completaram o placar. No entanto, o jogador deixou o campo marcado pela falta dura no adversário.

Foto: Cesar Greco / Ag Palmeiras
Foto: Cesar Greco / Ag Palmeiras
"Na volta do intervalo falei com o árbitro, ele falou que viu na televisão que era para cartão amarelo. Fiquei um pouco com medo. É complicado. Fui na volúpia de roubar a bola porque era contra-ataque, mas ele viu que aconteceu apenas uma falta", prosseguiu o jogador.

E AÍ, FELIPÃO?
O técnico Luiz Felipe Scolari evitou entrar no mérito da questão. Na entrevista coletiva, ele apenas justificou dizendo que não é sua responsabilidade analisar a arbitragem.

"Não vi o lance de perto, quem viu foi o árbitro, se ele achou que era amarelo, OK. Quem sabe se eu tivesse do lado do Melgar eu ia brigar e dizer que merece. Achei que foi uma falta forte, mas o amarelo, naquele momento, era o mais correto. Mas não posso dizer, não tenho vídeo e nem ideia. Vocês, com os recursos todos, podem explicar mais que eu", comentou.

Espaço incorporado por HTML (embed)

DUDU
Felipão também se esquivou quando questionado sobre se a fraca atuação de Dudu na partida foi influenciada pela não convocação para a seleção brasileira. O atacante foi discreto no jogo e reclamou muito com a arbitragem.

"Tem de perguntar para o Dudu. Convocação é parte do treinador que está lá. Eu tenho que convocar os melhores do meu time. O Dudu tem sido muito bom. Todos os jogos vem tendo uma atuação de razoável para bom. Não posso dizer nada porque não falei com ele sobre isso. Não falo sobre seleção, não é minha área. Quando eu estava lá ficava 'p da cara' com os caras que se metiam", finalizou.

O Palmeiras agora se prepara para o clássico com o São Paulo, no próximo sábado, às 16h30, no Pacaembu, pela penúltima rodada da primeira fase do Campeonato Paulista. Uma vitória pode garantir vagar antecipada às quartas de final.