Palmeiras aguarda saídas e terá de fazer cortes em lista para o Paulistão

Quem certamente ficará fora da lista no Estadual é o atacante Willian

por Agência Estado

São Paulo, SP, 07 - O técnico Luiz Felipe Scolari, do Palmeiras, terá pela frente dias de análise do elenco durante os treinos. Com 36 jogadores à disposição neste início de temporada, ele vai avaliar quais jogadores pretende utilizar para incluir na lista de 26 nomes que precisa ser entregue para a disputa do Campeonato Paulista. Além dos cortes, o clube terá também negociações para a saída de alguns atletas.

Depois de emprestar o atacante Artur ao Bahia, a diretoria já definiu que irá ceder também o zagueiro Pedrão e o meia Vitinho. Os dois têm proposta do Guarani. Além disso, o defensor tem proposta do Coritiba. A situação de ambos deve ser definida nos próximos dias, assim como a do lateral-direito Fabiano, que possivelmente voltará a ser emprestado ao Inter.

Outro que deve sair é o zagueiro Nico Freire. O argentino foi trazido no meio do ano passado a pedido de Roger Machado e não atuou sob o comando de Felipão. Como o Palmeiras conta com o retorno de Juninho, que estava emprestado ao Atlético-MG, o clube deve analisar o rendimento do defensor e liberar o jogador argentino. O Peñarol, do Uruguai, tem interesse em Freire.

Palmeiras aguarda saídas e terá de fazer cortes em lista para o Estadual
Palmeiras aguarda saídas e terá de fazer cortes em lista para o Estadual
Quem certamente ficará fora da lista no Estadual é o atacante Willian. Em recuperação de cirurgia no joelho direito, o atleta só voltará o time no meio do ano. Promovido da base por estourar o limite de idade de 20 anos, o atacante Yan não será inscrito na competição e neste momento apenas será preparado para ser utilizado mais vezes no futuro.

Com esses nomes descartados, assim como as possíveis saídas de Freire e de Fabiano, a comissão técnica ainda assim teria de fazer cortes para poder encaixar a quantidade máxima permitida na inscrição. O meia Guerra, que despertou o interesse do Cerro Porteño, também pode ser negociado. O plano da diretoria é, além dos 26 inscritos no Estadual, trabalhar na temporada com 31 jogadores no elenco.