Cheio de confiança, Palmeiras se anima para quebrar mais um tabu

Para Moisés, o tabu não causa desconforto ao Palmeiras e ele espera que o time consiga voltar a vencer no campo do rival

por Agência Estado

São Paulo, SP, 05 - Após quebrar jejum de 17 anos sem chegar às semifinais da Copa Libertadores, o Palmeiras terá um outro tabu pela frente: ganhar do São Paulo no Morumbi. A última vez que isso aconteceu foi em 2002, pelo Torneio Rio-São Paulo, em uma partida que ficou marcada pelo lindo gol do meia Alex, aplicando um chapéu em Rogério Ceni, na vitória por 4 a 2. Foi no mesmo ano em que a seleção brasileira ganhou o penta.

Para Moisés, o tabu não causa desconforto ao Palmeiras e ele espera que o time consiga voltar a vencer no campo do rival. "Não vamos jogar preocupados com isso, vamos preocupados em vencer porque o campeonato necessita disso. Estamos na liderança e queremos mantê-la. É isso que vai nos motivar a conquistar a vitória", avisou.

O meia lembrou que dois anos atrás também havia uma série de tabus, que foram sendo quebrados pelo clube. "Eu me lembro bem disso. Em 2016, o que tinha de tabu para a gente quebrar... Meu Deus do céu. Todo jogo era tabu. De onde saía tanto tabu assim? Agora tem mais um", comentou.

O principal jejum daquele ano foi quebrado com a conquista do título brasileiro após 22 temporadas. O Palmeiras ainda venceu o Corinthians no Pacaembu depois de 20 anos e voltou a ganhar do Internacional no Beira-Rio depois de 19 anos. Tudo isso dá confiança ao jogador, que espera acabar com a hegemonia do São Paulo no clássico no Morumbi.

Cheio de confiança, Palmeiras se anima para quebrar mais um tabu
Cheio de confiança, Palmeiras se anima para quebrar mais um tabu
Um dos trunfos do Palmeiras para esse jogo é o retorno do volante Felipe Melo, que estava suspenso diante do Colo-Colo pela Copa Libertadores. Experiente, o jogador gosta de partidas de grande pressão. Ele deve entrar no lugar de Thiago Santos ou do próprio Moisés, mas o técnico Luiz Felipe Scolari não dá pistas sobre a formação que vai utilizar contra o São Paulo para manter a liderança do Brasileirão e tentar derrubar mais uma marca.

 
 
" />