Palmeiras visita Bahia e inicia série de quatro jogos fora de casa

Depois do Bahia, o Verdão enfrenta Colo-Colo, no Chile, Sport, no Recife, e Cruzeiro, em Belo Horizonte

por Agência Estado

São Paulo, SP, 16 (AFI) - O Palmeiras inicia nesta domingo, em Salvador, uma sequência de quatro jogos fora de casa, na condição de visitante, embora isso não signifique um problema para o elenco, a não ser pelo desgaste com deslocamentos. Contra o Bahia, às 16 horas, pelo Campeonato Brasileiro, o time confia no retrospecto do ano em terreno rival (71% de aproveitamento) e em uma possível novidade no ataque para continuar nas primeiras posições.

Nos próximos dias, o Palmeiras mal vai parar em São Paulo. Depois de enfrentar o Bahia, o elenco viaja ao Chile para compromisso pela Copa Libertadores contra o Colo-Colo, quinta-feira. Na sequência, fará partidas no Recife, com o Sport, e em Belo Horizonte, diante do Cruzeiro, pela Copa do Brasil - jogo de volta que vale vaga na final. Só no dia 30 a equipe volta a atuar como mandante, também contra o Cruzeiro, mas pelo Brasileirão.

Atuar fora de casa não chega a assustar o time, ao contrário. Neste ano, o Palmeiras tem jogado melhor como visitante. Já como mandante, o aproveitamento cai dos 71% para 66%. E nos 12 jogos desta atual passagem de Luiz Felipe Scolari, as duas derrotas (Cerro Porteño e Cruzeiro) foram em pleno Allianz Parque.

A sequência de viagens vai obrigar o elenco a rodar as opções em campo. A tendência é a formação contra o Bahia ser parecida à usada o domingo passado, contra o Corinthians. "Pelo elenco que temos, não é fácil, mas temos qualidade para lutar pelas três competições (Libertadores, Copa do Brasil e Brasileiro). Lutaremos até o fim. Algumas são mata-mata e faremos de tudo para poder passar. São alguns meses para a gente focar totalmente", disse o meia Lucas Lima.

O problema para o técnico é definir o ataque. Com Deyverson suspenso pelo terceiro cartão amarelo e Borja possivelmente preservado para a partida da Libertadores, Felipão perdeu opções. O provável é que faça aposta em Papagaio, de 19 anos, que tem agradado nos treinos e vem sendo chamado pelo treinador para ficar no banco em algumas partidas.

"Tem de entrar com força total, porque teremos muitas viagens, desgaste e podemos ter até lesões. Mas o nosso elenco está pronto para brigar pelas três competições", explicou Lucas Lima, um dos possíveis titulares em Salvador.

 
 
" />