Felipão comemora 200ª vitória pelo Palmeiras e cita legado de Roger

Treinador ainda não perdeu no Campeonato Brasileiro. São oito jogos invictos na atual passagem pelo Verdão

por Agência Estado

São Paulo, SP, 09 - O domingo foi especial para o técnico Luiz Felipe Scolari. Sob o comando do treinador, o Palmeiras bateu o Corinthians por 1 a 0, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro, conquistou a 200ª vitória pela equipe e viu o time com formação mista ganhar do rival. Entre tantos fatores positivos, Felipão explicou que o conhecimento que tem sobre o clube e o trabalho do antecessor, Roger Machado, ajudam a construir o seu bom trabalho.

Com o treinador, o Palmeiras disputou oito rodadas no Campeonato Brasileiro e está invicto. "O trabalho anterior já tinha uma base. Eu aproveitei e dei uma retocada naquilo que sentia necessidade, com mexidas no ambiente, com amizade e carinho. Apenas gerenciei algumas coisas", afirmou o treinador, que acabou expulso durante o clássico por ter reclamado com a arbitragem no segundo tempo.

Felipão chega a sua 200ª vitória no comando do Palmeiras (Foto: Cesar Greco/ Palmeiras)
Felipão chega a sua 200ª vitória no comando do Palmeiras (Foto: Cesar Greco/ Palmeiras)

PREMIO À EQUIPE

O técnico disse que o resultado no dérbi premiou a equipe que mais buscou o gol e contou ter modificado a equipe titular depois de na quarta-feira o Corinthians ter trocado de treinador. Osmar Loss saiu e Jair Ventura chegou na sexta-feira e estreou no clássico.

"Quando houve a mudança, vi que o tempo do Jair era muito curto para fazer uma coisa diferente. Eu ia jogar com o Artur pelo lado direito. Fizemos uma ou outra troca pensando que o Jair não teria essa oportunidade de mudança tão repentina. Vencemos e jogamos bem", explicou.

SOBRE O JOGO
O resultado foi garantido com gol de Deyverson, no segundo tempo. O Corinthians pouco ameaçou e manteve uma postura bastante defensiva ao longo da partida. A vitória deixa o Palmeiras a três pontos de Internacional e São Paulo, que lideram o Brasileiro com 49 pontos, e com mais tranquilidade para na quarta-feira jogar contra o Cruzeiro, pela primeira partida da semifinal da Copa do Brasil.

O treinador reforçou que a equipe continuará na luta pelo título dos três competições que disputa (Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores) e disse não ver o Palmeiras como superior aos demais adversários por estar vivo nesses torneios. "Não ganhamos nada ainda. Estamos igual aos outros", afirmou.

 
 
" />