Palmeiras joga contra o Botafogo no Rio disposto a esquecer tropeços

A preocupação de Roger é evitar que o Palmeiras tropece em seu próprio favoritismo pelo elenco

por Agência Estado

São Paulo, SP, 16 - O Palmeiras estreia nesta segunda-feira no Campeonato Brasileiro, contra o Botafogo, no Rio, às 20 horas, para iniciar uma nova fase na temporada. A primeira rodada da competição nacional vem em momento importante para a equipe conseguir autoafirmação após a sofrida derrota na final do Campeonato Paulista, para o Corinthians, e o dolorido empate com o Boca Juniors, pela Copa Libertadores, com gol nos acréscimos.

O técnico Roger Machado usou os últimos dias para conversar bastante com os jogadores e alertá-los sobre a necessidade de esquecer os fracassos e parar de lamentar. O treinador considera fundamental ter bom início no Brasileirão. "Até a parada para a Copa serão 12 jogos. Muita coisa se decide nesses primeiros confrontos. Um bom aproveitamento antes da parada diz muito e fará diferença".

Palmeiras joga contra o Botafogo no Rio disposto a esquecer tropeços
Palmeiras joga contra o Botafogo no Rio disposto a esquecer tropeços
Outra preocupação de Roger é evitar que o Palmeiras tropece em seu próprio favoritismo pelo elenco forte e boa condição financeira. No ano passado, a equipe fracassou por motivos como a pressão de ter de corresponder às expectativas pelo investimento nas contratações. Para 2018, a diretoria trouxe menos reforços e gastou menos dinheiro. Ainda assim, convive com a cobrança.

"A gente não abre mão de entender que realmente foi criado um grupo forte. O campeonato nem iniciou e é difícil apontar um favorito. Mas no papel, isso é uma coisa. O papel aceita tudo. A prática é outra coisa bem diferente", afirmou Roger. O treinador não pretende mexer no time e deve escalar uma formação parecida à usada nas últimas duas partidas.

O jogo no Rio marca um reencontro. Agora no Botafogo, o técnico Alberto Valentim enfrenta o clube de onde saiu no fim do ano passado. Auxiliar técnico do Palmeiras em duas passagens, ele terminou 2017 como interino e deixou a equipe depois da contratação de Roger Machado.