Borja cresce no Palmeiras e deve entrar na história do Campeonato Paulista

Ele pode ter a honra de se tornar o primeiro goleador estrangeiro da era profissional do Estadual

por Agência Estado

São Paulo, SP, 07 (AFI) - O colombiano Miguel Borja, do Palmeiras, deve entrar para a história do futebol paulista neste domingo. O artilheiro da competição com sete gols é o favorito a manter o posto e confirmar assim a honra de se tornar o primeiro goleador estrangeiro da era profissional do Estadual, que está em vigor desde 1933.

Apenas uma grande zebra tiraria Borja do posto. Os dois jogadores em segundo lugar na artilharia são Bruno Moraes (Botafogo-SP) e Matheus (Bragantino), que têm cinco gols e não entram mais em campo na competição. Quem ainda pode alcançar a marca são jogadores que vão disputar a final. Mas as chances são pequenas. Os palmeirenses Dudu, Keno e Willian anotaram quatro vezes cada e os corintianos Balbuena, Jadson e Rodriguinho têm três gols.

Os únicos nascidos em outros país a serem goleadores do Paulistão eram europeus. A marca foi atingida pelos alemães Friese e Fuller, do Germânia, em 1905 e 1906, respectivamente, e por outros dois ingleses: Boyes, do São Paulo Athletic, em 1910, e Whatley, do Mackenzie, em 1913. Borja, portanto, tem tudo para ser o primeiro sul-americano a garantir a marca.

Borja vive um bom momento no Palmeiras
Borja vive um bom momento no Palmeiras

É O CARA!
O atacante palmeirense vive ano especial. Se contados os dois gols marcados na Copa Libertadores, Borja tem nove tentos em 13 partidas disputadas, uma média de 0,69 gol por partida. O número é o triplo do obtido no ano passado e superior até mesmo à marca obtida no segundo semestre de 2016, pelo Atlético Nacional, quando teve 0,62 gol por jogo.

A final do Paulistão, contra o Corinthians, pode significar ainda um importante feito pessoal para o colombiano. Se repetir o feito do jogo de ida e marcar novamente, chegará aos 10 gols na temporada, mesmo número de gols marcados em todo o ano de 2017. Seria uma prova e tanto da evolução do atacante dentro do clube e do futebol brasileiro.

A boa fase rendeu para Borja mais uma presença na lista de convocados da seleção colombiana. Em março, o jogador integrou o grupo que enfrentou em amistosos na Europa a França e a Austrália. O atacante vive a expectativa e deve ser chamado para a Copa do Mundo da Rússia.

 
 
" />