Paulistão: Mattos diz ter desistido de contratar Pratto ou Borja para o Palmeiras

Verdão já anunciou Antônio Carlos, Fabiano, Felipe Melo, Hyoran, Raphael Veiga, Michel Bastos, Guerra, Willian e Keno

por Agência Estado

São Paulo, SP, 12 - O diretor executivo de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, deu detalhes nesta quinta-feira sobre o andamento das negociações do clube para a próxima temporada. As contratações, a princípio, estão encerradas após a chegada do atacante Willian, do Cruzeiro, e a desistência de reforçar o time com Lucas Pratto, do Atlético-MG, e Miguel Borja, do Atlético Nacional, pelos altos valores pedidos.

Em entrevista ao SporTV, o dirigente contou ter ligado para a diretoria do Atlético-MG na última terça-feira para consultar a possibilidade de contar com o argentino Pratto.

"O Lucas é um grande jogador, mas infelizmente o Palmeiras não tem a condição financeira no momento para fazer isso. Com a chegada do Willian estão encerradas as contratações e saídas dos jogadores", disse.

Mattos diz ter desistido de contratar Borja para o Palmeiras
Mattos diz ter desistido de contratar Borja para o Palmeiras
Porém, Mattos fez a ressalva de que continuará atento a oportunidades. "Eu estou falando isso agora, de momento, mas amanhã pode surgir alguma coisa no mercado", afirmou.

O clube contratou nas últimas semanas o zagueiro Antônio Carlos, o lateral Fabiano, o volante Felipe Melo, os meias Hyoran, Raphael Veiga, Michel Bastos e Guerra, mais os atacante Willian e Keno.

A lista poderia ser maior caso o Palmeiras tivesse avançado nas tentativas por Borja, destaque do Atlético Nacional na conquista da Copa Libertadores.

"O Palmeiras nunca negociou o Borja ou o Pratto. Eu liguei para o presidente (do Nacional, Juan Carlos de la Cuesta) e perguntei se vendia o Borja. Ele me falou que só seria por uma proposta de 20 milhões de dólares (R$ 63 milhões)", explicou.

O dirigente contou estar satisfeito com o elenco atual e apostou em Lucas Barrios, provável substituto de Gabriel Jesus no setor ofensivo.

"Temos uma confiança muito grande, ele tem contrato e permanece no Palmeiras", disse. Mattos também negou a possível saída do volante Arouca, jogador que recebe um salário alto, mas tem sido reserva e interessaria ao Atlético Mineiro.

aaa